Túlio Lemos poderá terminar o ano enfrentando várias CEIs no legislativo de Macau


O prefeito de Macau, Túlio Lemos (PSD) enfrenta agora a primeira Comissão Especial de Inquérito-CEI, cujo os membros foram sorteados na sessão desta terça-feira, 20, sendo dois vereadores da oposição e um da base governista.

A CEI vai apurar crimes denunciados pelo vereador Cláudio Gia (PT) e ao final do processo, o prefeito Túlio Lemos poderá perder o mandato, caso 2/3 da casa(nove vereadores) acompanhem o relatório da CEI, que muito pouco provável mudará o entendimento que levou a denúncia e a possível cassação do mandato de prefeito Lemos.

Com a decisão do STF, a Câmara Municipal que já havia arquivado outras denúncias contra o Prefeito Tulio Lemos, devido ao entendimento anterior de que era necessário 2/3 (nove vereadores) para acatar em plenário qualquer denúncia, deve receber nos próximos dias uma enxurrada de denúncias contra o prefeito, já que a oposição conta atualmente com sete dos treze vereadores.

Com esse fato novo, Túlio Lemos poderá terminar o ano de 2019 enfrentando entre três a quatro CEIs no legislativo. Em nota, o Prefeito tem se manifestado que está tranquilo em relação as denúncias, que segundo ele, não têm fundamento.

Compartilhar