Categoria: Rio Grande do Norte

Os cartórios de registro civil do Rio Grande do Norte passam a fazer atos de inscrição, alteração, consulta e emissão de segunda via de CPF (Cadastro de Pessoas Físicas).


O convênio foi firmado entre a Receita Federal do Brasil (RFB) e a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil).


O serviço permitirá ao cidadão sair do cartório já com o documento regularizado para sua utilização e, nos casos em que o sistema interligado com a Receita Federal apontar a necessidade de complementação do atendimento, o acompanhamento da situação poderá ser feito de forma online pelo site, mediante entrega de login/senha ao cidadão.


Para o vice-presidente da Arpen-Brasil, Luis Carlos Vendramin Júnior, a presença dos cartórios em todos os municípios do país é uma facilidade que começa a ser melhor explorada pelo Poder Público. “A Receita Federal já havia sido o primeiro órgão a perceber a capilaridade dos cartórios e possibilitar a emissão do CPF já na certidão de nascimento de recém-nascidos. Agora amplia, não só os serviços disponíveis nos cartórios, mas também o seu alcance, já que qualquer cidadão poderá ser beneficiado”.


Para a Receita Federal do Brasil (RFB), o convênio amplia em 2.700% sua rede de atendimento no Rio Grande do Norte, até então composta por seis unidades físicas, além do site.


Para fins de sustentabilidade dos serviços, os Cartórios de Registro Civil poderão cobrar do solicitante uma tarifa de conveniência no valor de R$ 7. Já os principais serviços feitos em cartórios permanecem gratuitos: inscrição no CPF realizada no ato do registro de nascimento, cancelamento no caso de óbito e alteração de nome por ocasião do casamento.


Fonte: portal G1RN

Foto: José Aldenir/Agora RN

O presidente da Federação Norte-Rio-grandense de Futebol (FNF), José Vanildo, pretende iniciar, junto com o retorno do Campeonato Potiguar, uma campanha de combate ao novo coronavírus. De acordo com Zé Vanildo, como ele é mais conhecido, parcerias com emissoras de TV, órgãos públicos e empresas privadas podem converter o retorno dos clubes potiguares aos gramados na divulgação de ações de enfrentamento à pandemia, sobretudo a campanha do “fique em casa”.

Quando acontecer a retomada do Campeonato Potiguar, como os torcedores poderão acompanhar os jogos de portões fechados? “Estamos no aguardo para que seja definida uma data para que nós possamos já negociar os jogos para serem transmitidos ao vivo. O tempo de retorno precisa ser razoável para retomarmos estas negociações. A Prefeitura poderia usar a marca dos jogos para as pessoas ficarem em casa. Torcedor em casa é gol a favor da saúde.

A Prefeitura, o Governo do Estado e as empresas devem usar essa reinvenção no futebol potiguar para influenciar no combate ao coronavírus”, contou, em entrevista exclusiva ao Agora RN. Confira:

AGORA RN – Qual é a situação da FNF, após mais de 100 dias de paralisação do futebol? Que prejuízos isso causou às finanças da entidade?

JOSÉ VANILDO – Como qualquer atividade produtiva, a FNF sofreu danos muito fortes, pela suspensão dos contratos e pela desativação do contrato dos clubes. Isso traz um prejuízo a diversos outros segmentos que circundam o futebol. Hotéis, restaurantes, todos sofreram com os impactos deste vírus, assim como a nossa federação. A pandemia agravou a situação, pois os clubes já vivem em dificuldades. Este fator penalizou de forma quase que mortal o futebol do Estado. Em relação à federação, incluímos nossos funcionários nos programas do governo e reduzimos os custos na locação dos imóveis. Isto não fez com que nós deixássemos o apoio e a parceria com os clubes. A parceria segue dentro de um planejamento que nós executamos. Ler mais…

A Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), por meio da Subcoordenadoria de Economia Solidária, tem como uma de suas estratégias de atuação o apoio e divulgação de iniciativas autogestionárias e coletivas de organização do artesanato do Rio Grande do Norte. Neste momento de pandemia, o Governo do Estado incentiva e participa de ações criativas de estímulo a atividades produtivas como a inauguração da loja virtual FeirArte Potiguar de Economia Solidária nesta segunda-feira (06), através de uma live a partir das 10h pelo perfil @feirarte_potiguar no Instagram.

Iniciativa inovadora, a loja virtual é um espaço coletivo diverso de comercialização composto por treze empreendimentos solidários de artesanato do RN, uma forma de manter a atividade produtiva diante do impedimento do funcionamento neste momento dos boxes (lojas) na Cecafes (Central de Comercialização da Agricultura Familiar e Economia Solidária), em Lagoa Nova.

A FeirArte é uma experiência iniciada em 2018, fruto de parceria do Fórum Potiguar de Economia Solidária com a Cecafes, e apoio da Incubadora para o Fortalecimento dos Empreendimentos Econômicos Solidários do IFRN (IFSol).

Hoje, a Cecafes funciona como ponto fixo alternativo de feiras e eventos para divulgação e escoamento da produção dos grupos autônomos de economia solidária, como os de artesãos, com o objetivo de promover a autonomia desses produtores.

A pandemia dificulta o atendimento presencial aos consumidores(as), tanto nas feiras mensais quanto no box da FeirArte instalado na Cecafes, afetando a vida econômica dos empreendimentos de economia solidária do segmento do artesanato, explica a subcoordenadora de Economia Solidária da Sethas, Lidiane Freire.

Para superar as adversidades desse momento, as artesãs da FeirArte, em parceria com IFSOL/IFRN, Subcoordenadoria de Economia Solidária/Sethas, inauguram a loja virtual para divulgação e comercialização de seus produtos. A inauguração da loja virtual conta também com apoio da OASIS (Organização de Aprendizagens e Saberes em Iniciativas Solidárias) da UFRN.

“A loja virtual FeirArte Potiguar é fruto de uma construção coletiva, com parcerias acertadas e comprometidas”, ressalta Lidiane Freire. De acordo com ela, a iniciativa reflete o amadurecimento e auto-organização do segmento do artesanato da Economia Solidária no RN, na perceptiva do exercício da autogestão e geração de renda, contando com esforços e decisões comuns”.

LOJA VIRTUAL FEIRARTE POTIGUAR

Inauguração: 06 de julho de 2020 às 10h

Local: live no instagram @feirarte_potiguar

Onde encontrar os produtos de artesanato da Economia Solidária: loja virtual www.lojafeirarte.com

Quem hoje compõe com seus produtos a loja virtual:

1) Coletivo Feira das Pérolas;

2) Associação Julieta Barros;

3) Associação Santa Bernarda;

4) Cooperativa de Costureiras e Artesãos de Parnamirim (CCAPAR);

5) Associação Mulheres do Santa Catarina;

6) Associação Maria Rita;

7) Associação Rede dos Sonhos;

8) Associação Comunitária de Artesãos do Planalto (ACAP) e

9) Grupo de Mulheres do Seridó.

O número de mortos por Covid-19 no Rio Grande do Norte chegou a 1.200, de acordo com a atualização deste sábado (4), da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Ainda há 171 óbitos em investigação.

Os casos confirmados da doença são 33.910. Já os suspeitos somam 45.614 e os descartados, 53.465.

Na sexta-feira (3), o secretário-adjunto da Sesap, Petrônio Spinelli, afirmou que: “aparentemente, estamos entrando numa fase menos dramática. Mas a maioria dos pacientes que morrem estão internadas em leitos de UTI. Digo isso para que as pessoas percebam o quanto essa doença é grave”.

Leitos

A taxa de ocupação dos leitos destinados a tratar a Covid-19 no Rio Grande do Norte está distribuída da seguinte maneira, de acordo com a atualização de sexta (3).

Oeste: 100%
Guamaré: 100%
Grande Natal: 97,7%
Pau dos Ferros: 88%
Seridó: 72%

Agora RN


A Polícia Rodoviária Federal recuperou, na noite desta sexta-feira (3), no km 304 da BR 304, em Macaíba, na Grande Natal, uma carreta com carga de cerveja avaliada em mais de R$ 217 mil, que havia sido roubada pouco antes em Canguaretama, e libertaram na localidade de Cajupiranga, em Parnamirim, o motorista da carreta que havia sido sequestrado.

Após os criminosos roubarem a carreta em Canguaretama, sequestraram seu motorista em um GM/Onix e seguiram sentido Parnamirim, quando foram abordados por uma equipe PRF, tendo os criminosos fugido e o refém consequentemente libertado.

Outra equipe PRF diligenciou em busca da carreta, onde a encontraram, fechada e com a carga, em um posto de combustível em Macaíba.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Plantão Zona Sul, em Natal.

Agência PRF RN


O Governo do Estado realiza deste sábado, 4, até o próximo dia 12, a 1ª Exposição Agropecuária Virtual do Rio Grande do Norte. Na abertura, esta manhã, a governadora Fátima Bezerra destacou que o evento é resultado de parceria da administração estadual através da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape) com o Sebrae/RN, com a Federação da Agricultura do RN (Faern) e com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e enfatizou que o RN está sendo pioneiro na realização da exposição agropecuária virtual.

“A pandemia exige criatividade e capacidade de nos reinventarmos, de adaptação às circunstâncias”, disse a governadora para afirmar que o momento ainda é muito delicado e inspira cuidados. “Iniciamos a liberação das atividades econômicas de forma gradual, cuidadosa, mas as medidas de isolamento social e uso da máscara continuam extremamente necessárias. Devemos ficar em casa e só sair para atender necessidades essenciais. Cumprir os protocolos sanitários também é fundamental, inclusive pelos empresários, cada um fazendo o seu papel, respeitando religiosamente as regras do decreto para que possamos passar às demais fases do Plano de Retomada Gradual da Economia”.

Fátima Bezerra disse que além da organização da exposição virtual e das ações dos vários órgãos no apoio às atividades agropecuárias como Sape, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf), Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn), Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn), o Governo também atende o produtor através da Agência de Fomento (AGN) com a concessão de crédito. “Nosso Governo conta com pessoas qualificadas e compromissadas. Em tempo de pandemia continuamos apoiando e incentivando os produtores neste ato pioneiro da exposição virtual para superar momento tão difícil”.

O vice-governador Antenor Roberto considerou a exposição virtual de grande significado para este momento de pandemia. “É uma nova experiência que o Governo realiza através da Secretaria de Estado da Agricultura e órgãos vinculados à produção agropecuária. Um desafio em apoio a um setor da economia responsável pela produção e abastecimento alimentar”.

Para o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca, Guilherme Saldanha “a pandemia nos proporciona grandes desafios e, com o apoio e a decisão da governadora Fátima Bezerra, o Governo do RN decidiu encarar esta primeira exposição agropecuária virtual que chega para ficar”.

O evento conta com exposição de 300 animais, entre bovinos, caprinos, ovinos e equinos, e terá todos os dias palestras virtuais sobre temas como silagem, palma, organização da produção de queijos. “O governo faz para os produtores. A gente tá aqui para incentivar, regularizar e apoiar os produtores do campo. Isso é compromisso e obrigação nossa e somos cobrados todo dia pela governadora”, afirmou o secretário de agricultura.

A Empresa de pesquisa agropecuária do RN (Emparn) realiza leilões de animais selecionados geneticamente. O presidente da empresa, Rodrigo Maranhão explicou que todos podem participar através do site e do App Agrobatida que pode ser baixado nas lojas virtuais. “Esta iniciativa é para o agricultor, pecuarista e pequeno produtor. Baixem a plataforma Agrobatida e tenha acesso a comercialização e financiamentos”.

Para José Álvares Vieira, presidente da Faern/Senar, a exposição virtual é um novo modelo de fazer negócios que vem para ficar promovendo a adaptação às novas ferramentas disponíveis. “Não tenho dúvidas que teremos sucesso e poderemos vir a ter todo um circuito de exposições virtuais, além das presenciais, para fazermos o RN cada vez mais forte”, declarou. Ele pediu apoio à bancada de deputados federais e senadores para levar conectividade à área rural. “Alerto nossa bancada federal para tomar medidas que levem tecnologia para a área rural. Isso vai resultar em melhoria na qualificação e na renda para produtores”.

O diretor técnico do Sebrae/RN, João Hélio considera que a iniciativa promove nova forma para desenvolver os negócios da agropecuária. “É uma ferramenta que chega para permitir a atividade rural e seu desenvolvimento, uma cadeia que favorece outros negócios e que é muito importante para o PIB do Estado. O Sebrae aprova a iniciativa e, inclusive, incentiva a criação de novos produtos para melhor adequação à nova realidade”.

SOBRE O EVENTO

Realizada de forma online, de 04 a 12 de julho – já que o calendário de feiras agropecuárias presenciais do Estado deste ano foi cancelado em virtude da pandemia – a Expovirtual visa a comercialização de animais, máquinas e implementos agropecuários.

O evento conta com o apoio da Emparn; Idiarn; Anorc; Aclap; Ancoc; Asserc; Acosc; ANQM; Banco do Nordeste, Banco do Brasil; AGN e Programa Cheiro da Terra.

As palestras são transmitidas por meio de lives, e trazem como temas: cultivo de Palma Forrageira, registro de queijeiras, SISBI, Vacinação Animal, armazenamento de forragem, crédito rural.

A transmissão de todo o evento será feita por canais do Youtube do Programa Cheiro da Terra, do Governo do RN, Sebrae e Sistema Faern/Senar.

Tourinhos e matrizes com a genética e a qualidade da EMPARN já reconhecidas pelo público estarão à venda pelo aplicativo da Agrobatida. São 12 animais sendo 10 bovinos e 02 jumentos pêga.

Pelo aplicativo o comprador, que não paga comissão pela compra, visualiza as informações sobre o rebanho, com fotos, vídeos e até a genealogia do animal. O app disponibiliza um chat para esclarecer dúvidas.


Os serviços de renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e abertura de processo de primeira Habilitação voltam a ser oferecidos pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) a partir da próxima terça-feira (07), nas cidades de Natal e Mossoró. A portaria 489/2020 que disciplina esses serviços foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE), deste sábado (04), e tem validade durante o período de pandemia do Covid-19.

Para o usuário que deseja renovar a CNH, o procedimento é simples e deve ser iniciado por meio do acesso ao site do Detran (www.detran.rn.gov.br). No ícone “CNH” (no centro da página do site), o cidadão clica e logo é direcionado para uma nova aba onde são solicitados os números do CPF e do Registro da CNH. Preenche os dados e escolhe a opção “não sou robô”, clicando em seguida no botão “consultar”. Logo estará na página de acesso as suas informações, onde é possível escolher a opção “Renovação de CNH”.

Daí em diante, o usuário tem acesso as taxas de pagamento da renovação e é direcionado pelo sistema a uma clínica médica onde é agendada de maneira sistematizada a realização da captura de imagem e das impressões digitais do condutor, digitalização dos documentos pessoais, como também o exame clínico. Sendo aprovado e quitada as taxas, o condutor recebe a CNH no endereço residencial cadastrado no sistema de dados do Detran.

Já em relação ao processo de retirada da primeira Habilitação, basta o cidadão se dirigir ao Centro de Formação de Condutor (CFC – autoescola) de sua preferência e apresentar um documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência, solicitando a abertura do processo. Em seguida, o sistema encaminha o condutor para uma clínica médica onde será feita a digitalização dos documentos, captura de imagem e das impressões digitais do do mesmo. Após, será efetivado os exames clínicos (médico e psicológico) e, sendo aprovado, já poderá iniciar as aulas teóricas de trânsito via sistema online do CFC.

O coordenador de Registro de Condutores do Detran, Jonas Godeiro, alertou que o usuário não pode esquecer de levar sua documentação pessoal com foto e comprovante de residência no momento de abertura do processo no CFC e para a clínica médica, onde esses documentos serão digitalizados. “Nas duas situações o cidadão não pode esquecer de levar seus documentos pessoais já que sem a apresentação dessa documentação o processo não poderá seguir”, alertou.

Todo o processo de realização dos serviços foi montado levando em consideração as medidas de prevenção ao contágio do coronavírus, como preconiza as autoridades sanitárias estaduais e da Organização Mundial de Saúde (OMS), no sentido de permitir o mínimo contato entre as pessoas, utilizando de maneira inteligente as ferramentas de serviço online e agendamento prévio, como também outras medidas focadas na higienização, distanciamento social, utilização de máscaras de proteção, álcool gel a 70% e outros.

Assessoria de Comunicação Detran/RN

Foto: José Aldenir/Agora RN

O Comitê Científico do Consórcio Nordeste criticou o relaxamento do isolamento social no Rio Grande do Norte. Um documento publicado nesta sexta-feira (3) pelos cientistas avalia como “equívoco” a autorização para retomada das atividades econômicas no Estado.

Os pesquisadores recomendam a adoção de “lockdown”, ou seja, um isolamento mais rígido, em todo o Estado, bem como o fechamento intermitente das divisas com o Ceará e a Paraíba.

No boletim, os cientistas ressaltam os resultados positivos da imposição de “lockdown” em cidades como São Luís (MA), Recife (PE) e Fortaleza (CE).

Mas afirmam que, apesar de ter ocorrido uma redução temporária nas taxas de ocupação hospitalar, as capitais poderão se deparar com uma avalanche de casos graves de Covid-19 vindos do interior, produzindo nova sobrecarga no sistema de saúde.

“De qualquer maneira, com um crescimento de casos da ordem de 71% em 14 dias, taxa de ocupação de leitos de UTI no máximo (100%) ou próximo disso, este comitê não consegue entender quais critérios epidemiológicos e clínicos têm sido usados pelo comitê científico local, apoiado pelo governo estadual, bem como a Prefeitura do Natal, para justificar uma reabertura, mesmo que gradual, de lojas e outras atividades econômicas na capital do Estado”, traz o boletim, que é presidido pelo médico e neurocientista Miguel Nicolelis.

Segundo o Comitê Científico do Nordeste, o afrouxamento do isolamento social não pode ser feito em locais com fator de reprodução (Rt) acima de 1 e que tenham taxa de ocupação de leitos acima de 80% (enfermaria ou de UTI). Atualmente, o Rio Grande do Norte tem a taxa de reprodução de 1,34.

Ou seja, 100 pessoas infectadas podem transmitir o novo coronavírus para 134 pessoas.

“O afrouxamento só pode ser cientificamente justificado por um Rt sensivelmente abaixo de 1, com curvas de casos e óbitos apresentando quedas consistentes e de grande monta por mais de 14 dias, e com uma taxa de ocupação de leitos ao redor de 70%”, reforça o comitê científico. Ler mais…

Em atenção as reiteradas matérias veiculadas na imprensa estadual, relativas ao julgamento de Wellinson Ribeiro perante o egrégio TRF-5, a defesa informa que apenas aguardava a publicação do acórdão, para então submeter ao Colegiado, questões alusivas à extinção da punibilidade, medida que deverá trazer novo desfecho.

Nesse momento, o dito julgamento, não prejudica um possível registro de candidatura para a eleição 2020, visto que o acórdão somente produzirá seus efeitos após apreciação das referidas questões processuais.

Ass: Assessoria Jurídica



“Tendo em vista os esclarecimentos feitos por nossa assessoria jurídica, eu quero agradecer a preocupação da imprensa e dos nossos amigos e me comprometer, tão logo publicado o acórdão definitivo, referente ao meu julgamento, repassar uma cópia para todos os que se interessarem para que tirem suas próprias conclusões.”, ressalta Wellinson Ribeiro.

Wellinson Ribeiro

Pré-candidato a prefeito de Canguaretama

Em nota, MPT-RN, MPRN e MPF no RN destacam ausência de dados científicos que respaldem a decisão de retomada da atividade comercial

Natal (RN), 03/07/2020 – O Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN), o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte e o Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPFRN) divulgaram, na noite desta sexta-feira (3), nota à sociedade potiguar em que se posicionam sobre a decisão do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Prefeitura de Natal autorizando a reabertura inicial e gradual da economia. De acordo com a nota, a decisão contraria dados científicos de transmissibilidade do vírus do Comitê Científico do Rio Grande do Norte, do Comitê Científico do Consórcio Nordeste e da Fiocruz.

De acordo com o documento, “uma decisão sensata de reabertura exige a certeza quanto à estabilidade dos números relativos aos critérios científicos indicativos, e, ainda, a previsão de um plano concreto e efetivo de testagem da população e medidas de vigilância epidemiológica, os quais não foram contemplados nem no decreto estadual nem no municipal”.

Confira a íntegra da nota: Ler mais…

Foto: Elisa Elsie

O Rio Grande do Norte teve uma queda de R$ 490.777.389,11 milhões nas receitas entre março e junho deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. A diminuição se dá em função do momento vivido por conta da pandemia do novo coronavírus. Segundo a Secretaria de Planejamento e Finanças do RN (Seplan), a queda foi estimulada principalmente pelas reduções na arrecadação de ICMS e do Fundo de Participação dos Estados.

Entre março e junho de 2019, o RN tinha aproximadamente 3,7 bilhões de arrecadação. Esse valor caiu para cerca de 3,2 bi no mesmo período deste ano.

“Sofremos, sobretudo, com a perda de arrecadação de ICMS, em razão do setor comercial fechado, e com a queda do Fundo de Participação dos Estados, justo em um período de crise enfrentada pelos entes da Federação. Apenas com essas duas arrecadações tivemos déficit de aproximadamente R$ 392 milhões entre março e junho”, falou o secretário de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire.

Segundo Freire, o estado recebeu compensação do Governo Federal em cerca de metade dos R$ 490 milhões.

Além da redução na arrecadação, o Executivo também precisou investir aproximadamente R$ 270 milhões com ações de prevenção e combate à pandemia do coronavírus. “Ou seja, o impacto da pandemia até agora é de aproximadamente R$ 770 milhões”, falou o secretário.

“Minha estimativa é que o impacto da pandemia, entre queda da receita mais aumento de despesas com saúde, irá ultrapassar R$ 1 bilhão”. Ler mais…


Crédito da Foto: Eduardo Maia

A população do município de Nova Cruz e região Agreste foi beneficiada com a doação da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, que tem colaborado com os municípios no combate ao novo Coronavírus, doando Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Os equipamentos de proteção individual vão servir para proteger os profissionais da saúde que estão na linha de frente nessa guerra pela vida.

Nova Cruz recebeu nesta sexta-feira (03) a doação de 7 mil litros de álcool 70% e 2 mil máscaras cirúrgicas que serão utilizadas nas ações de combate ao Coronavírus e direcionadas à segurança dos profissionais de saúde do Hospital Municipal Monsenhor Pedro Moura, o Centro de Referência em Síndromes Respiratórias e para as 15 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e mais os anexos, beneficiando cerca de 40 mil habitantes da cidade, além de pacientes vindos da região.

“O álcool, nessa pandemia, se tornou um produto essencial e chega para reforçar nossas ações no combate à Covid-19. Uma grande ajuda do legislativo estadual”, disse Thiago Cassimiro, secretário de saúde de Nova Cruz.

Os casos de Coronavírus vêm crescendo consideravelmente. De acordo com o último boletim divulgado ontem (02) pela Secretaria Municipal de Saúde de Nova Cruz, já são 277 casos suspeitos, 271 casos confirmados e 14 óbitos por Covid-19.


A Polícia Rodoviária Federal prendeu, na manhã desta sexta-feira (03), em um estabelecimento comercial em Natal/RN, um homem de 51 anos, que se passava por PRF aposentado.

As investigações começaram após denúncias, desde que o homem compareceu a um estabelecimento público e, em seguida, foram feitos vários golpes no comércio.

No momento da prisão, o homem estava usando uma camisa antiga da PRF, portando uma funcional e um distintivo não mais utilizado, além de uma arma airsoft com coldre, constrangendo a população, provavelmente para obter alguma vantagem.

O homem foi preso em flagrante por falsidade ideológica e conduzido para a Polícia Federal em Natal/RN.

Agência PRF RN