Categoria: Rio Grande do Norte


O Governo do Rio Grande do Norte deposita a primeira parcela do salário do mês de janeiro nesta sexta-feira (15). O adiantamento cumpre o acordo junto a representantes da classe dos trabalhadores, que se estenderá pelo resto do ano após promessa cumprida ao longo de 2020.

Serão R$ 240 milhões depositados na economia potiguar nesta segunda quinzena de janeiro. Recebem o salário integral os servidores cujo rendimento é de até R$ 4 mil (valor bruto), entre ativos, inativos e pensionistas, e toda a categoria da Segurança Pública. Também será adiantado 30% de quem recebe acima desse valor.

Ainda nesta sexta-feira, 15, será paga a integralidade do décimo terceiro salário para a categoria da Segurança Pública que recebe até R$ 3,5 mil. Os servidores das demais áreas, e que recebem até R$ 3.500,00 (líquido), recebem o “décimo” de 2018 no próximo dia 30. Isso correspondente ao pagamento de 54% do funcionalismo do Estado, totalizando aproximadamente R$ 90 milhões.

No próximo dia 30, o Governo do Estado também quita o salário de janeiro com o pagamento dos 70% restantes para quem recebe acima de R$ 4 mil e o salário integral para servidores lotados em pastas com recursos próprios, totalizando uma folha de mais de R$ 490 milhões.

“O Governo quitará a terceira das quatro folhas deixadas pela última gestão com responsabilidade, sem atrasar um único dia o salário dos trabalhadores ou prejudicar os serviços essenciais à população. E não só isso, mas também equilibrando as contas públicas do Estado”, ressaltou o secretário estadual de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire.

Acidente na BR-304 deixa quatro feridos — Foto: Cedida

G1 RN – Um acidente envolvendo um carro de passeio e um caminhão no no km 152 da BR-304, entre os municípios de Angicos e Fernando Pedroza, deixou quatro pessoas feridas na tarde desta quinta-feira (14). Um bebê de três meses – menino – estava no carro, na cadeirinha, mas saiu ileso.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os dois veículos bateram de frente. As causas do acidente ainda serão investigadas.

Imagens que circularam na internet mostraram que, pelo menos duas mulheres, foram arremessadas do carro. Elas aguardavam o socorro deitadas na pista. Com o impacto da batida, o veículo menor foi parar fora da pista. A parte frontal do carro ficou destruída.

Segundo a PRF, o motorista do caminhão não teve ferimentos. As quatro vítimas foram socorridas para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. A assessoria de imprensa do hospital informou que deram entrada na unidade, inicialmente, uma menina de nove anos, e três mulheres de 53, 49 e 25 anos. Ainda não há informações sobre o estado de saúde.


Novo programa vai monitorar a chegada da vacina até a aplicação em cada cidadão nos municípios

A governadora Fátima Bezerra reuniu, nesta quinta-feira (14), representantes dos Ministérios Públicos Estadual (MPERN), Federal (MPF) e do Trabalho (MPT), para apresentar o RN + Vacina, um programa que vai monitorar todo o processo de vacinação contra a Covid-19. A iniciativa segue o modelo do Regula RN, programa que permite acompanhar a ocupação de leitos de assistência aos infectados pelo novo coronavírus em tempo real pela internet.

“O novo programa, o RN + Vacina, é mais uma parceria exitosa do nosso governo com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da UFRN. Criamos um sistema pioneiro e inovador em nível nacional. Um sistema que traz transparência e seriedade no acompanhamento de todo o percurso da vacina – da chegada ao estado até a aplicação junto ao cidadão nos municípios. E queremos o apoio dos Ministérios Públicos, que consideramos fundamental para o sucesso da iniciativa”, afirmou a governadora. O RN está pronto para a vacinação. Temos feito nossa parte, temos seringas e agulhas, estamos capacitando vacinadores, instalamos redes de frio e estamos orientando e apoiando os municípios para que tenhamos transparência, equidade e responsabilidade em nosso estado. A data do nosso calendário é a seguinte: chegando a vacina iniciaremos em 72 horas”, voltou a declarar.

O RN + Vacina vai permitir um processo simples, transparente e inteligente, segundo o coordenador do LAIS, Ricardo Valentim. “O programa tem a perspectiva de dar transparência a todos os municípios no acesso às informações. Com ele vamos saber o caminho percorrido pela vacina até chegar ao braço do cidadão. E permitirá também identificar possíveis desvios e correções”, explicou.

Pesquisador do LAIS, Fernando Lucas de Oliveira disse que o novo programa também vai melhorar a atuação de quem estará nas salas de vacina e da gestão da saúde pública, por que simplifica o acompanhamento da aplicação das doses e o controle em tempo real. “O gestor público poderá acompanhar o índice de vacinação em cada sala e corrigir possíveis dificuldades”, afirmou, acrescentando que outra vantagem será identificar quantas doses estão nas centrais e nas salas de vacinação, quantas foram aplicadas, quantas perdidas e corrigir alguma distorção”.

O cidadão poderá acessar o RN + Vacina, inclusive pelo celular, mediante rápido cadastro. O programa também vai disponibilizar o acesso a informações sobre vacinas e um cartão virtual de vacinação. “É bom para o cidadão e para a gestão pública na execução das políticas públicas de saúde”, avaliou.

Integrante do Ministério Público Estadual, a promotora Eliane Cardoso reconheceu a importância das iniciativas da administração estadual e disse que o MPE se coloca em apoio às medidas do Governo do Estado. Karina Filgueira, também do MPE, parabenizou a gestão estadual e reiterou o apoio, cooperação e parceria que vêm pautando a relação da instituição durante todo o período da pandemia, visando o aperfeiçoamento da gestão pública. Para complementar, o defensor público estadual, Marcos Alves, disse que “o RN + Vacina dará segurança, transparência e credibilidade ao estado”. E, assim como defende a governadora Fátima Bezerra, ele destacou a importância de incluir a categoria dos educadores nos grupos prioritários.

“O RN parte na frente com este programa de monitoramento e terá o apoio do MPF para adoção de quaisquer providências em defesa da coletividade”, acrescentou o procurador Fernando Rocha (MPF). E, em conssonância, o procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT), Xisto Tiago, externou que o órgão continuará apoiando e colaborando para o êxito das iniciativas do governo estadual em defesa da população. Também integrante do MPT e a procuradora Ileana Neiva frisou que há uma preocupação especial com a imunização dos trabalhadores no Brasil. Também integrante do grupo de trabalho do MPT que visa o acompanhamento do enfrentamento à pandemia no plano nacional, Ileana destacou que vê “com satisfação o avanço do RN em relação a outros Estados no combate à Covid-19”.

A reunião virtual contou também com a participação do vice-governador Antenor Roberto, do secretário de Saúde e da secretária adjunta, Cipriano Maia e Maura Sobreira, da subsecretaria de Planejamento e Gestão da Sesap, Lyane Cortez, e da assessora especial do governo, Luciana Daltro.

ASSECOM-RN


A Delegacia Municipal de Ielmo Marinho divulgou, nesta terça-feira (12), o indiciamento de uma ex-funcionária de uma casa lotérica localizada no município de Ielmo Marinho, pelo crime de furto qualificado.

De acordo com investigações, a mulher trabalhou na lotérica entre os anos de 2018 e 2019, e teria furtado mais de R$ 175 mil do estabelecimento. Ela atuava como operadora de caixa e era responsável pelo encerramento do caixa, emissão de relatórios de cada sessão e por guardar o valor final arrecadado.

Foi constado ainda que a indiciada, por reiteradas vezes, fez depósitos de dinheiro subtraído da lotérica, em sua conta pessoal, na do namorado e na do pai dela. A mulher confessou em parte o crime e deverá responder por furto qualificado pelo abuso de confiança, em continuidade delitiva.

Após a conclusão, o procedimento policial foi encaminhado à Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

PC/Assecom

Foto: Fábio Motta

O Rio Grande do Norte registrou, nesta quinta-feira (14), um aumento de 14 mortes pela covid-19 em relação ao dia anterior. Desse quantitativo, oito ocorreram nas últimas 24 horas nas cidades de Caraúbas, Natal (2), Senador Elói de Souza, Parnamirim (2), Caicó e Mossoró. Isso eleva para 3.138 o número de pessoas que perderam a vida para o novo coronavírus desde o início da pandemia no estado potiguar.

A atualização preliminar dos dados epidemiológicos foi realizada pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Ainda de acordo com os dados desta quinta-feira, há 524 falecimentos em investigação para constatar se a causa tem relação ou não com o novo coronavírus; outros 727 já foram descartados até o momento.

O número de pessoas infectadas pela covid-19 também aumentou no estado potiguar. Em um dia, o RN confirmou 1.316 novos casos da doença, elevando para 126.865 o quantitativo acumulado de pessoas infectadas desde o início da pandemia. Outros 66.388 seguem como suspeitos. Desde o início da pandemia, mais de 288 mil casos já foram descartados; isto é, tiveram resultado negativo para o novo coronavírus.

Sobre a situação dos leitos, o estado potiguar segue com a taxa de ocupação geral dos leitos críticos superior a 60%. Segundo o Regula RN, plataforma que monitora a ocupação dos leitos no território potiguar, esse percentual está, no momento, em 63,1%. Especificando por região, esse índice se apresenta da seguinte forma: metropolitana (59,8%), oeste (60,8%) e seridó (80%).

Ainda de acordo com o RegulaRN, esse cenário de ocupação representa há um total de 288 pessoas internadas com a covid-19 no Rio Grande do Norte, sendo 152 em leitos críticos e 136 em leitos clínicos.

Portal da Tropical

Ascom IMD – O Projeto SV-PRO APP, conduzido pelo Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), dará início, a partir desta sexta-feira, 15, ao processo seletivo de bolsistas de pesquisa e desenvolvimento de Tecnologia da Informação (TI) na área de computação móvel.

As inscrições se estenderão até o dia 24 e devem ser feitas através de envio de e-mail para processoseletivo-sascar@imd.ufrn.br, conforme as orientações expostas no edital. São ofertadas cinco vagas – três para desenvolvimento de software e duas para testes de sistemas. A remuneração para ambos os perfis é de R$ 2 mil.

Para se candidatar à vaga, o interessado deve estar matriculado em um curso de graduação da UFRN, na área de Computação ou campos afins, e certificar-se de que preenche o perfil esperado para as atividades a serem desenvolvidas, segundo o Anexo I do Edital nº 003/2021.

É permitido se candidatar a mais de uma vaga e a contratação terá caráter imediato. As atividades, cujas cargas horárias serão de 30h semanais, estão previstas para começar em fevereiro deste ano.

O projeto SV-PRO APP é voltado para o desenvolvimento de um aplicativo móvel inteligente para computador de bordo, smartphones e tablets. A ferramenta é capaz de realizar a gestão de veículos e disponibilizar recursos como inclinômetro, rotograma, controle de logística, comunicação GPRS e Wi-Fi, telemetria, entre outros.

Seleção

O processo de seleção será realizado entre os dias 25 e 29 de janeiro e consistirá em análise de currículo e entrevista técnica, cuja data e local serão informados previamente pela coordenação através do e-mail do candidato.

O resultado da seleção será divulgado a partir do dia 1º de fevereiro, na aba Editais do site do IMD.


As forças de segurança pública do RN e Ceará estão sendo incluídas no Programa V.I.G.I.A. – responsável por integrar o policiamento federal e estadual no combate aos ilícitos nas regiões de fronteira e divisas do país.

Em reunião realizada nesta quinta (14) na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), o secretário de Operações Integradas do Ministério da Justiça, Jeferson Lisbôa Gimenes, apresentou os mecanismos de trabalho para a inclusão dos dois estados nordestinos no programa. O início das ações do programa nos dois estados ainda será oficializado.

O V.I.G.I.A. é coordenado pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Em 2020, o programa agiu de forma integrada para o combate ao crime. Foram mais de R$ 2 bilhões de prejuízo aos criminosos, segundo o ministro do MJSP André Mendonça.

No RN e no Ceará – até então os únicos do Nordeste onde o programa será implantado – a missão será aumentar as fiscalizações e a repressão ao crime organizado, como o tráfico de drogas, por exemplo, além de combater ações do contrabando, e o fluxo de armas e munições. A intenção também coibir possíveis ocorrências de crimes por meio de rotas marítimas.

Além dos 11 estados que fazem fronteira com outros países (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima e Santa Catarina), o V.I.G.I.A. também já foi implementado nos estados do Tocantins e Goiás.

Sobre a instalação do programa, o secretário da SESED, coronel Francisco Araújo Silva, classificou como fundamental a implantação do programa no estado para fortalecer ainda mais a repressão ao crime organizado. “O V.I.G.I.A. é mais uma importante ferramenta nas ações integradas envolvendo as forças de segurança federais e estaduais no Rio Grande do Norte”, destacou.

Sesed-RN

Foto: reprodução

Chegou a 21 o número de médicos mortos em decorrência do novo coronavírus no Rio Grande do Norte. A informação é do Sindicato dos Médicos do Estado (Sinmed RN). O mais recente óbito foi registrado nesta quarta-feira 13. De acordo com o Sinmed, a médica Maria José Bezerra de Lima Siqueira é a mais nova vítima da Covid-19 no Estado. Em nota, o sindicato lamentou a perda. A reportagem aguarda confirmação da idade da profissional.

Aposentada, Maria José atuou como médica de clínica geral em Parnamirim, município da Região Metropolitana de Natal. “O Sinmed RN se solidariza com o sofrimento de familiares e amigos e externa seus votos de paz e solidariedade. Que Deus conforte os seus corações”, destacou o Sinmed em nota.

No total, o Rio Grande do Norte chegou nesta quarta-feira a 3.124 mortes provocadas pelo novo coronavírus. Foram 9 óbitos confirmados nas últimas 24 horas, segundo a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Em relação ao número de casos, foram 211 novos diagnósticos de terça para quarta. Desde o início da pandemia, 125.549 se contaminaram com a Covid no Estado.

DO AGORA RN

Foto: Reprodução

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas-RN, através do SINE-RN, oferece hoje 108 vagas de emprego para Natal e Região Metropolitana (RM), Santa Cruz e região e São José do Mipibu e região.
Para concorrer às vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

Neste momento, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Sine-RN está com atendimento presencial realizado mediante agendamento.
Em Natal, os telefones para agendamento da unidade matriz, em Candelária, são: (84) 3190-0783, 3190-0788, 98106-6367 e 98107-4226.
Os agendamentos e atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h.
Siga o Sine-RN no Instagram: @sine.rn

VEJA AS OFERTAS DE VAGAS DE EMPREGO POR OCUPAÇÃO:

NATAL e GRANDE NATAL – (80 Vagas Permanentes)
ATENDENTE DE BALCÃO 02
ATENDENTE DE MESA 01
AUXILIAR ADMINISTRATIVO 02
ENCARREGADO DE SEÇÃO DE CONTROLE DE PRODUÇÃO 01
LEITURISTA 05
LUBRIFICADOR DE AUTOMÓVEIS 01
PROMOTOR DE VENDAS 60
TÉCNICO AGRÍCOLA 01
TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO (INSTALAÇÃO) 02
TÉCNICO ELETRÔNICO 01
VENDEDOR PRACISTA 04

NATAL e GRANDE NATAL – (26 Vagas Temporárias)
AJUDANTE DE OBRAS 04
AJUDANTE DE PINTOR 06
AUXILIAR DE ENCANADOR 02
AUXILIAR DE MANUTENÇÃO ELÉTRICA E HIDRÁULICA 04
ELETRICISTA 03
ENCANADOR 02
ENCANADOR INDUSTRIAL 02
PINTOR DE OBRAS 01
TÉCNICO DE PROJETO (ELETROTÉCNICO) 01
TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO 01

SANTA CRUZ e região
CONSULTOR DE VENDAS 01

SÃO JOSÉ DE MIPIBU e região
OPERADOR ELETROMECÂNICO 1


O SINTE/RN está reafirmando que as aulas presenciais na Rede Estadual só serão retomadas após a comunidade escolar ser vacinada em massa contra a Covid-19. A questão voltou à tona após o secretário estadual de educação, professor Getúlio Marques, conceder entrevista nesta quarta-feira (13) anunciando que o ano letivo de 2021 iniciará em 1º de fevereiro no formato híbrido. Ou seja, à distância e presencialmente.

Porém, o Sindicato relembra que a reabertura das escolas só acontecerá após os professores, funcionários e alunos serem imunizados coletivamente. Essa decisão foi tirada em assembleia virtual da categoria no dia 03 de dezembro de 2020. A ideia é proteger todos os que participam do processo educacional, sobretudo quando os números de casos e mortes pelo novo Coronavírus disparam pelo Brasil. Assim, as aulas deverão voltar apenas virtualmente, continuando assim até que todos sejam vacinados.

No entanto, o SINTE/RN avisa de antemão que chamará paralisações pela vida caso o Governo mantenha a posição de iniciar o ano letivo na forma híbrida antes da vacinação.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, disse que a deliberação vale para o Estado e os municípios: “Neste momento o diálogo é com o Governo, mas as decisões tomadas pela categoria e o SINTE/RN se estendem ao município do Natal e demais municípios do Estado”.

FORMAÇÃO E INSUMOS

Os professores da Rede Estadual apontam que 2020 foi um ano desafiador. Isto porque tiveram que dar aulas à distância repentinamente, embora muitos não fossem treinados para lecionar virtualmente e tampouco dispusessem dos equipamentos necessários. Por isso, consciente que 2021 também será de desafios, a categoria continua reivindicando da Secretaria Estadual de Educação (SEEC) uma formação sobre o uso de tecnologias e dispositivos voltados a oferta de aulas online.

Ao mesmo tempo exige da SEEC o preparo das escolas para quando do retorno presencial, mesmo após o início da imunização. Assim, cobram que o Estado garanta os insumos necessários para auxiliar na proteção aos professores, funcionários e alunos.

Sinte-RN

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

A rede pública de educação está se preparando para o retorno das aulas presenciais no mês de fevereiro no Rio Grande do Norte. A escolas estaduais voltam no dia 1º de fevereiro, enquanto as municipais têm previsão para um dia depois, no dia 2.

As aulas foram suspensas em 17 de março por conta da pandemia do coronavírus, que naquele momento tinha seus primeiros casos registrados no estado.

Com o retorno próximo depois de 10 meses, algumas medidas estão sendo tomadas para dar mais segurança a alunos e profissionais.

Na rede estadual, o secretário de educação, Getúlio Marques, garantiu que as escolas estarão prontas na data prevista. “É uma garantia nossa essas escolas estarem preparadas, sim, no dia 1º de fevereiro”, disse.

Segundo ele, materiais como equipamentos proteção individual (EPIs) começaram a ser adquiridos desde de dezembro. O que resta nesses próximos dias será fazer a adaptação das escolas.

“Uma parte dessas questões que são obrigatórias, tipo máscaras, equipamentos, EPIs, estão sendo comprados desde o final de dezembro”, explicou.

“Nesses últimos dias nós vamos fazer as adaptações das escolas, colocar totens, a parte que a gente precisa de sinalização. Então, esse estudo está sendo preparado para que, no retorno, alunos e professores tenham segurança”.

O titular explicou que secretaria realiza um monitoramento diário para entender as necessidades das escolas. Com 146 escolas da rede estadual, Natal representa a maior demanda desse trabalho.

“No interior e em Natal têm algumas escolas em que a estrutura não é tão boa quanto em outras que nós já conseguimos fazer reformas e adaptações. Mas, mesmo com essas dificuldades, nós vamos tentar e vamos chegar no dia 1º com todas essas questões, principalmente as de biossegurança, efetivamente complementadas dentro dessas escolas”, disse.

Além dos EPIs e da disponibilização de álcool em gel em pontos estratégicos, as escolas também contarão com protocolo para receber alunos e professores, como sinalização de distanciamento e uma estratégia para que o número de estudantes seja reduzido em cada sala.

“Nesse primeiro momento estamos trabalhando para que o retorno seja com um terço dos alunos”, explicou Getúlio Marques.

O calendário escolar aponta que as aulas retomadas a partir de fevereiro serão ainda para cumprir o ano letivo de 2020, que foi interrompido pela pandemia em março de 2020.

A secretaria explicou ainda que os alunos que já possuem matrículas vigentes com a rede estadual terão elas renovadas automaticamente. Para o ano letivo de 2021, as matrículas abrem em 18 de março.

Saiba mais no G1 RN


ASSECOM/RN – O Governo do Estado e os pesquisadores do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) estão trabalhando em conjunto para aplicar um sistema pioneiro de monitoramento da vacinação contra a Covid-19. O RN+ Vacina vai organizar o recebimento e a distribuição das doses e medir o nível de imunização em cada município.

A aplicação do RN+ Vacina foi discutido em reunião no fim da tarde desta quarta-feira (13) entre a Força-Tarefa do Governo para tratar da vacinação, encabeçada pela governadora Fátima Bezerra, e os pesquisadores do LAIS, no auditório da Governadoria.

“O Rio Grande do Norte está pronto. Tem seringas, tem o sistema de informação com o RN+ Vacina, tem o suporte para os municípios com a rede de frios, de forma que quero mais uma vez assegurar: é a vacina chegando e em 72 horas nós daremos início ao processo de vacinação no RN”, afirmou a governadora Fátima Bezerra.

O RN+ Vacina vai dar total transparência à política de imunização no estado, seguindo a ideia já implantada no Regula RN, que trata dos leitos para tratamentos de pacientes com Covid-19. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vai acompanhar em tempo real a aplicação das vacinas em cada pessoa cadastrada no sistema e nas 717 salas de vacinação ativas, identificando até o lote da dose aplicada no cidadão.

O controle de estoque implementado pelo RN+ Vacina deverá impedir o desperdício de doses, assim como eventuais “furadas de fila”. O sistema, por exemplo, vai mostrar que há um frasco disponível com dez doses da vacina. Caso o frasco só imunize três cidadãos haverá indício de problema, um alerta será gerado automaticamente e apurado pela Sesap.

A população também vai ter acesso a um vacinômetro, com os percentuais de imunização da população de cada um dos 167 municípios. O sistema também terá um cadastro autodeclarado que permitirá ao Governo conhecer toda a população do RN.

“O Estado vai saber exatamente qual foi o cidadão que recebeu a vacina, vai poder acompanhar essas pessoas. Assim não vai perder vacinas, pois qualquer vacina que venha a ser extraviada será identificada e alguém vai ter que se responsabilizar por isso. É um sistema de organização, de controle, de monitoramento, de avaliação e sobretudo de transparência”, explicou Ricardo Valentim, coordenador do LAIS/UFRN.

O nível de controle do RN + Vacina vai dar à saúde pública estadual um legado para além da pandemia da Covid-19. O Estado vai ter uma ferramenta para controle de toda a vacinação de todas as outras doenças, implementando uma política epidemiológica de assistência, prevenção e promoção da saúde.

“Hoje o Ministério da Saúde não consegue identificar quantas doses tem em uma sala de vacina, só sabe quantas doses nos enviou e controla o percentual de doses aplicadas. Esse novo sistema vai permitir que se identifique a quantidade de doses da vacina na sala de vacinação e se em outra não tem, ajudando na organização da distribuição”, esclareceu Lyane Ramalho, subsecretária de Planejamento e Gestão da Sesap.

Também participaram da reunião o vice-governador Antenor Roberto; o secretário de Estado e a secretária-adjunta da Saúde Pública, Cipriano Maia e Maura Sobreira; o procurador geral adjunto do Estado, José Santana; a assessora especial do Governo, Luciana Daltro; a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Alessandra Luchchesi; e os pesquisadores Sedir de Morais e Deyvisson Santos.

De forma virtual, participaram os secretários de Estado da Administração, Virgínia Ferreira; de Gestão de Projetos, Metas e Articulação Institucional, Fernando Mineiro; da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer, Getúlio Marques; e da Segurança Pública e da Defesa Social, Francisco Araújo; o Controlador Geral do Estado, Pedro Lopes; o Comandante Geral da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo; os secretários-adjuntos de Tributação, Álvaro Bezerra; do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social, Josiane Bezerra; e da Infraestrutura, Haroldo Azevedo Filho.

O Governo do Estado apresenta nesta quinta-feira (14), às 10h30, o sistema de monitoramento da vacinação contra a Covid-19 – batizado de RN Mais Vacina – aos membros do ministérios públicos Estadual, Federal e do Trabalho, além da Defensoria Pública do Rio Grande do Norte.

Desenvolvida em parceria entre o Governo e o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Lais/UFRN), a ferramenta vai acompanhar a organização, distribuição e regulação da vacina contra a Covid-19 em todo o RN.

O sistema vai acompanhar em tempo real os índices de aplicação da vacina, monitorando ainda a distribuição para evitar extravio e desperdício de doses.

SERVIÇO

Evento: Apresentação do RN Mais Vacina a membros do Ministério Público

Data/Horário: 14 de janeiro de 2021, às 10h30

Local: Sala de Reuniões da Governadoria (Formato híbrido) – Centro Administrativo do Estado

PC/ASSECOM – Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Mossoró prenderam em flagrante, na manhã do dia 16 de dezembro, Bruno Rafael dos Santos Nascimento, conhecido como “Chiclete”. Ele foi detido no bairro Santo Antônio, localizado na Zona Norte de Mossoró, pela suspeita da prática do crime de tráfico de drogas.

As diligências foram iniciadas após o recebimento de denúncias anônimas, informando que Bruno Rafael estaria utilizando a residência onde morava como ponto de venda de drogas. Após trabalho investigativo, no local indicado, os policiais civis confirmaram a veracidade dos fatos e, em seguida, realizaram a prisão do suspeito.

Durante a realização das diligências, os policiais civis apreenderam com ele 327 gramas de maconha, 1,22 kg de cocaína, uma balança de precisão, uma quantia em dinheiro fracionado e utensílios utilizados no tráfico. De acordo com as investigações, Bruno Rafael já responde pelo crime de roubo. Ele foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.