Como se vende uma empresa que dá lucro?

Foto: Agência Brasil

É inimaginável o que está acontecendo no país. O senhor Paulo Guedes está conseguindo e vai empobrecer cada vez mais o brasileiro. Um patrimônio secular do Brasil, aquela fardinha amarela, boné azul, uma empresa que sempre teve alto percentual de aprovação pela população, nas pesquisas de opinião. Com as cores da pátria, que sempre foi sua marca, mas que teve seu sepultamento hoje, pelo nosso “formidável” congresso.

somente o ano passado o lucro líquido foi de 1,53 bilhão. É algo imensurável e ilógico na cabeça de qualquer “ser pensante”, parece que estamos desgovernados mesmo.

Toda solidariedade aos mais de 100 mil funconários, a maioria que estudou, pagou até cursinho para se preparar, passaram por diversas etapas para assumir o concurso, ter estabilidade. Conheço muitos colegas que estão há mais de dez anos nos correios. Constituiram família (que dependem do salário), são funcionários exemplares. E agora? Como voltar ao mercado de trabalho depois de tantos anos e com idade já avançada? Como ficará o psicológico dessas pessoas? De fato, está faltando empatia das pessoas, especialmente dos nossos políticos. Querem acabar com o serviço público. Se você fizer uma pesquisa informal, questionando a dez pessoas, se gostaria passar/entrar no serviço público, tenha certeza que a totalidade dirá SIM.

Muitos familiares de políticos são concursados em alguma esfera do serviço público, a maioria está em altos cargos ou cedidos a órgãos que remunere bem. Será que eles – congresso- vão incluir estes na reforma administrativa que vem por aí (inclusive o judiciário)? Ou a porrada ficará somente na base da pirâmide?

Aqui no RN, somente dois deputados foram contra essa maldade em desfavor ao servidor público: Natália Bonavides e Rafael Motta.

Fico muito triste por muitos amigos que tenho nos correios, entre carteiros e atendentes.

Ricardo Arruda

Spread the love