O jovem Ricardo de Araújo, carinhosamente chamado de Riquinho, será mais um postulante ao cargo de vereador em Macaíba.

Riquinho é empreendedor e entende que esse conceito pode ser aplicado na política.

“Precisamos ter uma nova visão para tornar a política um bom instrumento de avanço em todas as áreas”, disse o mais novo filiado do CIDADANIA/Macaíba.

Após sucessivos adiamentos, começa a valer a partir do dia 31 de janeiro a obrigatoriedade de uso da placa do Mercosul em todos os estados do país. O prazo atende ao estipulado na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de julho do ano passado, que determina que as unidades federativas do país devem utilizar o novo padrão de placas de Identificação Veicular (PIV).

Desde a decisão pela adoção da placa do Mercosul, a implantação do registro foi adiada seis vezes. A adoção do sistema de placas do Mercosul foi anunciada em 2014 e, inicialmente, deveria ter entrado em vigor em janeiro de 2016. Em razão de disputas judiciais a implantação ficou para 2017 e depois, adiada mais uma vez para que os órgãos estaduais de trânsito pudessem se adaptar ao novo modelo e credenciar as fabricantes das placas.

As novas placas já são utilizadas na Argentina e no Uruguai. A previsão é que em breve comecem a valer também no Paraguai e na Venezuela.

Dos 26 estados brasileiros, já aderiram à nova PIV Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rondônia.

Nova placa

A nova placa será obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio da placa, e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira.

A nova placa apresenta o padrão com quatro letras e três números, o inverso do modelo atualmente adotado no país com três letras e quatro números. Também muda a cor de fundo, que passará a ser totalmente branca. A mudança também vai ocorrer na cor da fonte para diferenciar o tipo de veículo: preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os automóveis diplomáticos e prateado para os veículos de colecionadores.

Todas as placas deverão ter ainda um código de barras dinâmico do tipo Quick Response Code (QR Code) contendo números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante e estampador da placa. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalação das placas nos respectivos veículos, além da verificação de autenticidade.

Da Agência Brasil


Ao todo, 13 homens foram condenados por integrar uma facção que comandava crimes de dentro de unidades prisionais potiguares. Operação Juízo Final foi deflagrada em junho de 2017

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) obteve a condenação de 13 integrantes de uma facção que ordenava o cometimento de crimes de dentro de unidades prisionais potiguares. O grupo foi alvo da operação Juízo Final, deflagrada pelo MPRN em junho de 2017. A operação, que contou com o apoio da Polícia Militar, cumpriu 129 mandados de busca e apreensão, 21 mandados de prisão e 24 conduções coercitivas em 13 estabelecimentos prisionais estaduais e no presídio federal de Mossoró.

Os 13 condenados por integrar organização criminosa são: Alan Carlos da Costa Lucas (4 anos e 1 mês de reclusão); José Eudenir de Oliveira Bezerra (4 anos e 1 mês de reclusão); Douglas Guttierry Soares Barroso (4 anos e 1 mês de reclusão); Ítalo Gastar da Costa (4 anos e 9 meses de reclusão); Márcio Miliano Saldanha (4 anos e nove meses de reclusão); Luã Costa Dias (4 anos e 9 meses de reclusão); Eduardo Jerônimo Andrade Araújo (5 anos e 6 meses de reclusão); Paulo Ricardo Alves Batista (5 anos e 6 meses de reclusão); Antônio Lucas do Nascimento (4 anos e 1 mês de reclusão); Weverton Torquato da Costa (4 anos e 9 meses de reclusão); Thiago Mendes da Silva (5 anos e 6 meses de reclusão); Igor Magdyell de Oliveira Brito (4 anos e 9 meses de reclusão) e Tiago Felipe Farias (4 anos e 9 meses de reclusão). Todos ainda foram multados.

As investigações que levaram à deflagração da operação Juízo Final duraram quase 2 anos. O MPRN provou que a facção planejava ações relacionadas a tráfico de drogas, roubo de veículos, estouros de caixas eletrônicos, homicídios, estruturação da organização criminosa, entre outros, de dentro de unidades prisionais. O grupo ainda mantinha articulações com integrantes da facção, que surgiu em unidades prisionais paulistas, em outros Estados do Brasil.

Cadernos apreendidos apontam a relação os integrantes da facção criminosa, data de batismo, função e número de telefones. Além disso, documentos com dados bancários foram apreendidos, o que colaborou para demonstrar a movimentação financeira do grupo.

Além disso, com autorização judicial, o MPRN obteve interceptações telefônicas que mostram o planejamento de resgate de presos, assaltos, roubo de veículos, tráfico e plano para matar rivais.

A operação Juízo Final contou com a participação de 200 policiais militares, promotores de Justiça, servidores do Gaeco e agentes penitenciários estaduais e federais. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Natal, Mossoró, Parnamirim, Ceará-Mirim, Macaíba, Baía Formosa, Itajá, Jucurutu, Nísia Floresta, Parelhas, Felipe Guerra, Baraúna, Caraúbas, Martins, São Francisco do Oeste, Tenente Laurentino Cruz e Pau dos Ferros.

Do MPRN

Regina Duarte ao lado de Jair Bolsonaro e Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo. Foto: Reprodução

A Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência da República informou na tarde desta segunda-feira que a atriz Regina Duarte teve uma “conversa produtiva” com o presidente Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro, e agendou uma visitia a Brasília para a próxima quarta, para conhecer a Secretaria Especial da Cultura do governo federal.

— Estamos noivando — disse Regina, após a reunião com Bolsonaro, segundo a Secom.

Em sua conta no Twitter, Bolsonaro afirmou que houve uma “excelente conversa”, e os dois iniciaram um “noivado” que “possivelmente trará frutos ao país”. Ele também publicou a foto acima, em que aparece ao lado da atriz e do ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

Regina foi convidada após Roberto Alvim ter sido demitido na semana passada após copiar frases de um discurso nazista em um pronunciamento oficial da Secretaria.

O convite a Regina veio horas após a demissão. Inicialmente, em entrevista à rádio Jovem Pan, a atriz afirmou que não considerava estar preparada para assumir a pasta. Depois, disse que precisava de um encontro olho no olho com o presidente para decidir.

Ao longo do fim de semana, Regina publicou em suas redes sociais postagens de apoio a Bolsonaro. Em uma das imagens, listou realizações dos dez primeiros meses de governo.

Em outra, citou uma declaração do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, que remetia ao episódio da demissão de Alvim — “fantástica, e até emocionante, a reação de intelectuais, artistas, historiadores, professores, estudantes, militares e da nação como um todo, ao infeliz resgate de pensamentos nazistas. Mostra uma face da convicção e do apego de nosso povo à democracia e às liberdades individuais”, dizia o texto.

Defensora do governo Bolsonaro, a atriz é amiga da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Regina é uma das conselheiras do Pátria Voluntária, programa de Michelle para fomentar a prática do voluntariado. Ela também é amiga da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), responsável por apresentá-la a Bolsonaro.

No sábado, Bolsonaro evitou responder a questionamentos sobre o convite feito a Regina Duarte para a secretaria, limitando-se a responder:

— Namoradinha do Brasil. Está respondido. Valeu.

Horas antes de encontrar o presidente, Regina Duarte publicou no Instagram uma mensagem em que já sinalizava que aceitaria o cargo:

“Sou cristã. Católica. O feriado de hoje no Rio é dedicado a São Sebastião. Nada acontece por acaso. Olha só, querido seguidor, que dia importante pra ter sido chamada ao Rio pra uma conversa “olho no olho” do nosso Presidente da República. Olha quanta simbologia contém a vida deste homem santo. Tenho sido — e quero continuar sendo — GRATA à VIDA por tudo que ela me apresenta. De tudo quero tirar uma lição , um aprendizado. E vambora! Com muito amor no coração.”

Alvim foi o terceiro titular da Cultura no governo Bolsonaro. Em agosto, o então secretário Henrique Pires deixou o cargo após polêmica envolvendo o cancelamento de um edital para TVs públicas que incluída séries com temática LGBT. Na ocasião, Pires disse que preferia sair a “bater palma para censura”. Depois, o economista Ricardo Braga foi alçado ao cargo, mas acabou sendo indicado para chefiar uma secretaria do Ministério da Educação após cerca de dois meses.

Fonte: O Globo

O Sine-RN teve um aumento de mais de 62% (3.389 ) na captação de vagas no mercado de trabalho em 2019 comparado a 2018 e de 230% no número de pessoas empregadas em decorrência de suas ações na intermediação do emprego. “Crescemos o número de vagas oferecidas”, explica a subsecretária do Trabalho da Sethas, Karla Veruska.

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas, responsável pelo Sine-RN, vai intensificar este ano a busca pela qualificação profissional de trabalhadores cadastrados no órgão para atender às novas exigências das empresas para o preenchimento de vagas em seus quadros.

Na segunda semana de janeiro deste ano, a unidade matriz do Sine RN voltou a funcionar na rua Nossa Senhora da Candelária, no bairro Candelária, zona Sul de Natal. “Estamos começando esta nova fase no Sine mas não adianta ter só a vaga e não preenchê-la”, ressalva Karla Veruska.

Segundo ela, a falta de qualificação é um dos maiores entraves para a colocação dos trabalhadores no mercado. As empresas estão exigindo cada vez mais qualificação da mão de obra. No ano passado, esclarece, foram preenchidas ocupações para fisioterapia, auxiliar administrativo, secretária executiva e professor de inglês. O cadastro é para todo tipo de profissional e não apenas para a área de serviços gerais.

No ano passado, o Sine trabalhou para a captação de vagas passando de 2.417 pessoas encaminhadas a empresas em 2018 para 3.389 em 2019, um crescimento de 62,15%. Houve ainda um aumento de 230,65% no número de pessoas empregadas, passando de 240 em 2018 para 783 em 2019.

Somente a rede de Restaurante Madero de Curitiba, no Paraná, ofertou através do Sine-RN, 600 vagas de empregos para jovens de ambos os sexos que vivem no interior do Estado.

Os números, comenta Karla Veruska, são frutos do trabalho de prospecção que a Subsecretaria do Trabalho vem executando desde o início do ano passado junto às empresas na intermediação de vagas. Mesmo com limitação de recursos, explica, a reorganização do Sine foi iniciada.

A mudança de endereço da unidade matriz vai dar mais agilidade no processo de colocação e reinserção de mão de obra no mercado de trabalho, frisa Karla Veruska. O prédio foi desativado para reestruturação em seis meses mas se passaram seis anos. Foi inaugurado no governo passado sem as mínimas condições de funcionamento como uma rede lógica, imprescindível para instalação da rede informatizada, e uma subestação de energia elétrica.

“Foram muitas as conquistas para que o prédio passasse a funcionar”, frisa Karla Veruska. Para isso, foi estabelecida uma parceria com a Polícia Civil que instalou a rede lógica. Em troca a instituição de segurança vai ter espaço para o funcionamento de duas delegacias no prédio mas em áreas independentes.

A unidade matriz já está em uso para atendimento à população e com a nova estrutura um dos objetivos da Subsecretaria é reconquistar a credibilidade que o Sine tinha no passado junto aos trabalhadores e empregadores.

Responsável pela política de implementação das políticas públicas de emprego e combate ao desemprego, com o novo prédio, a Subsecretaria terá mais condições de realizar cursos de qualificação da mão de obra e também receber empresas em um espaço adequada e cômodo o que não era possível nas instalações de Cidade da Esperança.

O Sine tem 15 unidades em funcionamento no Estado, sendo quatro em Natal. A unidade matriz funciona das 8h às 14h em cumprimento ao decreto de horário especial de expediente. Nas demais unidades, o expediente vai das 8h às 16h.

Na última semana o Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN, esteve presente em Mossoró e nos municípios da área livre da mosca-das-frutas com a comitiva chinesa para inspeção do melão a ser exportado para a China.

Durante todos os cinco dias foram realizadas diversas atividades, como a inspeção do trânsito vegetal, verificando a documentação exigida por lei, comprovando a eficácia dos procedimentos e do trabalho de fiscalização realizado pelo IDIARN.

A comitiva chinesa acompanhada do Diretor de Defesa e Inspeção Sanitária Vegetal, Magnos Lacerda, juntamente com fiscais estaduais agropecuárias, verificou o monitoramento da área livre da mosca-das-frutas na área urbana de risco e nos plantios de toda a área livre, além de visitarem o laboratório de triagem e identificação de pragas da Universidade Federal do Semiárido do RN – UFERSA.

Na amostragem realizada pelos chineses, oito fazendas receberam a visita da comitiva que verificou a documentação comprobatória da presença do IDIARN no sistema de monitoramento, na certificação fitossanitária de origem e conferência dos procedimentos de embalagens no paking house.

O último dia da missão chinesa foi dedicado a Agrícola Famosa, maior exportadora de melão do país. Os chineses puderam degustar as frutas para avaliar a doçura do melão que é medido pelo aparelho que determina o grau brix. Todo o processamento também foi vistoriado, desde a chegada das frutas até a finalização com o encaixamento. Já no campo, foram coletadas amostras para verificação de ocorrência de pragas, porém nada foi constatado, reforçando a exigência do alto padrão de exportação solicitado.

A missão chinesa foi finalizada em reunião para apresentar as conclusões sobre todas as atividades realizadas. Os resultados são positivos, as exigências fitossanitárias seguem aprovadas e aptas para a iniciar a exportação de melão para a China, resultado de um trabalho diário do IDIARN em todo o Estado do Rio Grande do Norte.

Foto: arquivo pessoal/Reprodução 

Na manhã desta segunda-feira (20), um agente de saúde identificado por nome de Gil, foi encontrado morto em Macaíba. De acordo com informações de populares, a vítima foi encontrada morta por disparos de arma de fogo em uma estrada carroçável que liga o distrito de Canabrava, em Macaíba, à comunidade do Papagaio, no município de Vera Cruz. O motivo do crime ainda é desconhecido.

Gil residia no distrito de Traíras, zona rural de Macaíba.

A 1ª edição da Supercopa Macaibense dos Campeões de Futebol já definiu seus dois finalistas. As partidas das semifinais foram disputadas na tarde de sábado (18/01). No campo 1 da Vila Olímpica, o Bandeirantes de Lagoa das Pedras perdeu para o CRB de Cajazeiras por 3×1 nas penalidades após um empate de 0x0 no tempo regulamentar. No campo 3 da Vila, o Treze das Campinas bateu o Bangu de Capoeiras pelo placar de 2×0 no tempo regulamentar.

Grande final

A grande final envolvendo CRB e Treze está prevista para o próximo sábado (25/01), no horário das 15h, na Vila Olímpica de nossa cidade. Persistindo o empate por qualquer placar no tempo normal, o campeão será conhecido após cobranças de pênaltis.

Sobre a Supercopa Macaibense

Promovida pela primeira vez neste ano de 2020, pela Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SMEL), a Supercopa Macaibense dos Campeões de Futebol tem com cenário a Vila Olímpica.

O torneio conta com a participação dos campeões e vices dos Campeonatos de Futebol das zonas urbana e rural de Macaíba no ano de 2019 em forma de cruzamento olímpico.

Todas as partidas são disputadas de forma única e, em caso, de empate no tempo regulamentar, os jogos passam a ser decididos na disputa de pênaltis.

Assecom-PMM

Foto: Fernando Frazão/Arquivo/Agência Brasil

Começa hoje (20) o pagamento de janeiro do Bolsa Família para os beneficiários cujo Número de Identificação Social (NIS) termina em 1. O número vem impresso no cartão do programa. Quem tem cartão com final 2 pode sacar o benefício no segundo dia de pagamento, e assim por diante, até o dia 31.

Em fevereiro, os primeiros pagamentos serão feitos no dia 12 e seguem até 28. De acordo com o Ministério da Cidadania, serão repassados R$ 2,5 bilhões para mais de 13 milhões de famílias em todo o país. O valor médio do benefício é de R$ 191.

Criado em 2003 como programa de distribuição de renda, o Bolsa Família atende a famílias em situação de extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 85 por pessoa, e de pobreza, com renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 170.

No caso das famílias pobres, têm acesso ao benefício aquelas com gestantes, crianças e adolescentes entre 0 e 17 anos. Os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, em contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

Para fazer parte do programa, o responsável pela família deve procurar um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou um posto de atendimento do Bolsa Família no município. É necessário levar documentos de identificação pessoal, como carteira de identidade ou carteira de motorista e certidão de nascimento de todas as pessoas que vivem na residência.

Agência Brasil


O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) capturou no final da tarde desse sábado (18) um jacaré adulto do papo amarelo. Com cerca de 1,5 metro de comprimento, o animal estava no estacionamento de uma loja, nas proximidades de uma lagoa de capacitação, no bairro de Candelária, Zona Sul de Natal.

Chegando no local, os três militares enviados se depararam com o réptil, e sem maiores problemas fizeram a captura do animal. Após o resgate, os bombeiros levaram o jacaré para o Aquário Natal, localizado na Redinha.


Foto: Divulgação

A senadora Zenaide declarou estar muito preocupada com a acentuada queda do número de estudantes beneficiados pelo PROUNI no Rio Grande do Norte. Em 2015, 4.175 estudantes foram beneficiados pelo programa no Rio Grande do Norte. Em 2016 esse número subiu para 4.209. Em 2017, caiu para 3.277 sendo reduzido ainda mais em 2018 para apenas 2.660. Agora em 2019 apenas 1.623 estudantes tinham sido contemplados até o primeiro semestre já que o MEC ainda não divulgou os dados do segundo semestre.

“Será que essa redução é por falta de interesse das universidades no programa? Eu não acredito. Precisamos de uma explicação. Mais do que isso, precisamos reverter essa queda. Não é possível que estejamos regredindo, também, no acesso dos jovens à universidade. Isso é um direito constitucional, gente. Não podemos aceitar que esse direito seja negado a quem não pode pagar pela faculdade”, disse a Senadora.

Zenaide ressaltou, ainda, a relevância social do programa: “O PROUNI é uma das únicas janelas pra você sair da pobreza, quebrando o ciclo vicioso e mudando a realidade de jovens e suas famílias pela via da educação, com uma formação superior. Você sabe quem está sendo atingido em cheio com essa redução? São os estudantes que vêm da rede pública, de famílias que ganham até um salário mínimo e meio ou três salários no caso das bolsas parciais. São esses jovens que estão tendo seus sonhos quebrados, arrancados, por um governo insensível e sem noção do que faz”, protestou a Senadora.

Criado pela Lei nº 11.096 de 2005, o Programa Universidade para Todos (PROUNI) tem como finalidade a concessão de bolsas de estudos integrais e parciais a estudantes de cursos de graduação e de cursos sequenciais de formação específica em instituições privadas de educação superior. As instituições que aderem ao programa recebem isenção de tributos.

Têm direito às bolsas integrais estudantes oriundos de escolas públicas com renda familiar de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais, de 50% e de 25%, são concedidas de acordo com regulamentação do MEC para alunos com renda familiar até 3 salários mínimos.


Presidente da Assembleia Legislativa colocou mandando à disposição dos gestores da região Oeste

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) cumpriu agenda no Oeste Potiguar. Em Tibau, litoral norte potiguar, foi recebido na residência das ex-deputadas Larissa Rosado e Sandra Rosado, ambas do PSDB. A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), o deputado federal Beto Rosado (PP) e o deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB) participaram do encontro.

Ezequiel também conversou com os vereadores de Mossoró: João Gentil, Maria das Malhas, Zé Peixeiro, Francisco Carlos e Emílio Ferreira. O presidente da Assembleia Legislativa recebeu pleitos nas áreas de segurança pública, saúde e infraestrutura para apresentar no retorno dos trabalhos legislativos, em fevereiro.

Ainda em Tibau, Ezequiel teve um encontro com o prefeito Josinaldo Souza, o Naldinho e a vice-prefeita Lidiane Marques, pré-candidata a prefeita este ano. O encontro aconteceu na residência do vereador de Mossoró, João Gentil. O pré-candidato a prefeito de Grossos, Erasmo Carlos foi outro que solicitou ações e melhorias do mandato de Ezequiel, para beneficiar seu município. Erasmo é vereador de vários mandatos e também já presidiu a Câmara Municipal.

Outra pauta do encontro foi o município de Baraúna, onde o líder político, Aldivon Nascimento, que foi prefeito duas vezes e hoje é esposo da prefeita Lúcia Nascimento pediu apoio a Ezequiel Ferreira. Aldivon solicitou ações para beneficiar o município, que hoje tem mais de 28 mil habitantes. O vice-prefeito Adauto Bezerra, o Robertão e o procurador do Município, Anax Bezerra acompanharam Aldivon no encontro.


Foto: Seplan RN/Divulgação

A proposta de reforma da Previdência que o Governo do Estado pretende encaminhar para a Assembleia Legislativa em fevereiro estabelece que todos os aposentados e pensionistas que ganham abaixo do teto também contribuam para o regime previdenciário. Hoje, esse grupo é isento de taxa.

A ideia do governo é passar a descontar 11% dos benefícios de quem recebe entre um salário mínimo (R$ 1.045) e o teto da Previdência (R$ 6.101,06). Para os que recebem mais do que isso, a alíquota seria progressiva, variando de 14% a 18%. Não está definido se a taxação seria aplicada apenas aos que se aposentarem após a reforma ou se haveria cobrança para quem já é segurado.

O secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, reconhece que a medida é “dura”, mas afirma que a cobrança é necessária para que a reforma tenha impacto fiscal significativo. “Tem certas questões das quais a gente não pode abrir mão. Precisamos ajustar o sistema previdenciário para que o Estado volte a respirar”, disse, em entrevista a uma rádio local na última sexta-feira, 17.

Atualmente, a média salarial dos servidores do Estado é de R$ 4,8 mil, ou seja, abaixo do teto. Isso significa que a maioria dos funcionários, quando se aposenta, deixa de contribuir para o regime e ainda vira uma despesa.

O Governo do Estado propõe também elevar a contribuição dos funcionários que estão na ativa e que ganham acima do teto da Previdência. A proposta é estipular taxas progressivas, com alíquotas maiores para quem tem maiores salários, entre 14% e 18%. Ler mais…

 


O Taxista Carlos Eduardo Alves da Silva, conhecido popularmente como Irmão Carlinhos, suplente de vereador, deverá ir mais uma vez para a disputa.

“Dessa vez estou mais experiente e creio estar no caminho certo para, se Deus assim permitir, conseguir meu objetivo, que é ter a oportunidade de ajudar mais as pessoas”, disse o Irmão Carlinhos, que junta-se ao grupo do CIDADANIA/Macaíba.