Filho da terra, grande professor, especialista em educação, geógrafo, compositor, cordelista, membro da Academia Macaibense de Letras, retirou à pré-candidatura a prefeito e veio declarar apoio ao pré-candidato a prefeito Netinho França, por reconhecer que Netinho tem um grande potencial para administrar a cidade, principalmente por ser da terra, por valorizar os macaibenses e vivenciar o dia a dia e os anseios da população. Além de ser um grande defensor da cultura e da educação.

Por Assessoria

Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (27) que pretende votar a Medida Provisória (MP) 936/20 até o final desta semana. A medida permite redução da jornada de trabalho e de salários e também a suspensão do contrato do empregado por até três meses.

Maia, que defende a prorrogação no prazo de validade da MP, disse que gostaria de votar o texto nesta quarta-feira, mas que o relator, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), ainda não entregou o parecer. “Estamos terminando o relatório, não sei se fica pronto hoje. A intenção é terminar [a votação] nesta semana, já que o prazo dela está acabando.” Ele afirmou que há urgência na votação da MP 936, entre hoje e amanhã, para que o Senado possa debater, e o governo decidir se prorroga, ou não. “O que eu defendo é a possibilidade de prorrogação da medida por pelo menos mais dois meses.”

Editada no início de abril, a MP permite a redução proporcional da jornada e dos salários dos trabalhadores (em 25%, 50% e 70%), com o percentual de corte pago pelo governo através do seguro-desemprego. No caso da suspensão temporária do contrato de trabalho, o governo paga 70% do seguro-desemprego aos funcionários de grandes empresas, ou 100%, se forem empregados de pequenas e médias empresas.

Entre as alterações promovidas pelo relator Orlando Silva, está a prorrogação da desoneração da folha de salários para 17 setores da economia, como os de calçados e da construção civil, até dezembro de 2021. O texto atual prevê a desoneração até dezembro de 2020. Silva argumenta que a ampliação ajudará a manter empregos no momento pós-pandemia.

Questionado sobre as mudanças, Maia disse que ainda não as conhecia, mas que já esperava que o tema aparecesse no texto da MP ou no plenário. “Esses temas vão aparecer no plenário de qualquer forma, seja no texto do relator ou em emendas de plenário. Ninguém deve ficar estressado, preocupado: a votação dessa matéria sempre traz um enfrentamento de pontos de vistas, de posições de como o setor privado deve funcionar.” Ler mais…

O mês de junho começará chamando a atenção para o meio ambiente. Na segunda-feira (1), o Governo do RN dará início à Semana do Meio Ambiente 2020, toda voltada para o formato virtual, devido à pandemia da Covid-19. Com o tema mundial tratando sobre a diversidade biológica, a programação estadual abordará a “Biodiversidade do Sertão, do Agreste, do Litoral e da Cidade”.

Debates, rodas de conversa, palestras, oficinas virtuais, minicursos, lives, tutoriais em redes sociais, concurso de fotografia, farão parte da agenda de atividades que acontece ao longo da semana. A programação foi idealizada pelos órgãos estaduais que integram a agenda ambiental do RN, como a Secretaria de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto de Gestão das Águas (Igarn), Governo Cidadão e a Companhia de Águas e Esgotos (Caern).

Devido ao distanciamento social, decretado pelo Governo do Estado, e em respeito às medidas restritivas para evitar o contágio do coronavírus (Covid-19), este ano será diferente e todas as atividades programadas acontecerão em ambiente virtual. Durante a semana, as ações serão divulgadas através de publicações nas redes sociais, focando na participação da população nas discussões sobre as questões ambientais e mudanças de hábitos neste período de pandemia.

A abertura oficial da Semana acontece na segunda-feira (1), às 10h30, em uma live no canal do Youtube do Idema, com a participação do Secretário da Semarh, João Maria Cavalcanti, do diretor geral do Idema, Leon Aguiar, do diretor-presidente da Caern, Roberto Linhares e o diretor-presidente do Igarn, Auricélio Costa. Na oportunidade, acontecerá o debate sobre a temática da “Gestão Ambiental no cenário da Biodiversidade Potiguar”.

Segundo o secretário dos Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti, a atual realidade não impediu de se elaborar debates importantes sobre a pauta ambiental e chamar a atenção da sociedade. “Apesar da necessidade de isolamento imposta pela pandemia, formatamos um ciclo de debates que podem contribuir para ampliação da consciência ambiental. Todo esforço da gestão da Governadora Fátima Bezerra é no sentido de fomentar o desenvolvimento do Estado sem danos ao meio ambiente ou comprometimento à segurança hídrica, ou seja, com a valorização dos recursos naturais”, afirma. Ler mais…



Venho através desta nota falar sobre notícias caluniosas envolvendo o meu filho, a respeito de um registro fotográfico feito na semana passada. Fato esse que condeno veementemente, porque é mais um ataque covarde contra a honra não apenas do meu filho, mas de toda a nossa família.

Fazemos parte de uma família numerosa de agricultores e professores. Emídio foi criado desde cedo trabalhando e sempre teve uma educação baseada nos princípios religiosos e familiares. Tenho orgulho do caráter e da honestidade do meu filho não apenas como pessoa, mas também como excelente político.

Como macaibense e profundo conhecedor de suas necessidades, Emídio é um defensor de melhorias para a Segurança Pública de Macaíba, como a criação da Guarda Municipal, Central de videomonitoramento, do pagamento de diárias operacionais e a Construção do 11º Batalhão de Polícia.

Por fim, só temos a agradecer as inúmeras manifestações de solidariedade e o carinho de todos que conhecem o seu trabalho, e também daqueles que não conheciam, mas que ficaram indignados com tamanha injustiça!

Atenciosamente,

Edivaldo Emídio da Silva


Valério Mesquita


Mesquita.valerio@gmail.com

Dia 12 de abril passado fez cinquenta e um anos do desaparecimento do maior líder político municipal da terra de Auta de Souza. Uma vida pública exercida ao longo de mais de quarenta anos impossível ser memorizada de uma ou duas vezes. Quase sempre fatos isolados ou esquecidos emergem e são lembrados, aqui e acolá, por mentes privilegiadas que ajudam a moldar o perfil de quem já se foi, mas que deixou inesquecíveis lições de vida. Assim foi Alfredo Mesquita Filho, ex-prefeito de Macaíba (três vezes) e ex-deputado Estadual, também por três legislaturas, que nasceu em 23 de maio de 1901.

O traço predominante de sua personalidade era o despreendimento, o despojamento de bens materiais ou vantagens que lhes fossem, porventura, oferecidas. Esse legado grandiloquente de sua vida tive poucas chances de narrá-lo em várias notas biográficas que produzi, principalmente por ocasião do seu centenário de nascimento.

01) Integrava uma prole de seis irmãos herdeiros de um rico patrimônio em fazendas, rebanhos, lojas de tecidos e dinheiro quando sobreveio a morte do seu pai. Como não poderia deixar de ser, ocorreram inúmeras discussões e disputas entre os irmãos pelo espólio. Ao receber o seu quinhão percebeu que dois dos seus irmãos litigavam pessoalmente e na justiça, insatisfeitos pelo que lhes coubera. Numa atitude inusitada, ofereceu “de mão beijada” a sua parte na Loja Natal Modelo aos dois contendores e com isso sepultou a dissensão dos manos José e Vicente Mesquita.

02) De outra feita, lá pelo final dos anos quarenta, presenciou a firma Santos e Cia Ltda, pertencente ao seu grande amigo José dos Santos, atravessar seriíssimas dificuldades de crédito, além de outros problemas que inviabilizavam a organização. Desfrutando de excepcional prestígio político e pessoal nos governos pessedistas de José Varela, no Rio Grande do Norte, e de Eurico Gaspar Dutra, Presidente, através de Georgino Avelino e João Câmara, conseguiu no Rio de Janeiro, capital da República, a recuperação econômica da empresa, tornando-se credor da gratidão e do profundo reconhecimento da família Santos. Seu José, português, homem honrado e líder do grupo, convidou Mesquita para ser sócio da firma. “Não posso ser sócio se não tenho capital nem ações para tal objetivo”, foi a sua resposta. “O que você fez é bem mais do que todos esses papéis”, retrucou o velho José dos Santos. “Mas não posso aceitar”, concluiu Alfredo Mesquita e encerrou o assunto. Creio que Geraldo Ramos dos Santos e José dos Santos Filho conhecem o episódio.

03) No plano político, menores não foram os exemplos do seu desapego às ofertas ou benesses que pudessem lhe trazer vantagens ou significar se curvar aos poderosos. Lembro-me que no governo de Aluízio Alves, em 1965, recebeu uma missão chefiada pelo economista Roosevelt Garcia com o fito de oferecer-me um cargo de fiscal de rendas, em troca do abrandamento de sua atuação política no município para beneficiar a candidatura do Monsenhor Walfredo Gurgel. A resposta só não foi truculenta em respeito ao emissário, que era um dos seus sobrinhos prediletos. E assim perdi a missão de arrecadar tributos.

Testemunhei todos os percalços do seu itinerário político. Presenciei traições, acompanhei revoltas mas nunca vi seus olhos marejados indicando sofrimento. Vi uma vez, duas lágrimas escorregando no seu rosto. Foi em 1964. Quando criminosamente ousaram derrubar a casa onde havia nascido Auta de Souza. Era como se visse um pedaço do seu passado jogado no lamaçal da história.

Neste dia comecei a ver nos olhos de “seu” Mesquita, um mundo novo que invadiu o meu destino. E que ensinava Jesus Cristo: “os olhos são as janelas da alma”.

Naquele dia meu pai abriu uma nova janela que hoje possui o nome de gratidão e o sobrenome de saudades.

Hoje, peco licença aos internautas para lembrar a sua data aniversaria: 23 de maio de 1901.

PC/ASSECOM – Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagraram, na manhã desta quarta-feira (27), a Operação “Identidades”, que resultou na prisão de três homens suspeitos de confeccionarem cédulas de identidade ideologicamente falsas para criminosos foragidos da Justiça potiguar e de outros estados da Federação. Durante a Operação, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva.

Foram presos Roberto Alves Pereira dos Santos, 74 anos, (funcionário do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP/RN), Manoel Antônio da Costa Neto, conhecido como “Bel”, 47 anos e seu filho Breno Marcílio Gonçalves da Costa, 26 anos. As prisões aconteceram em Natal e Parnamirim.

A investigação, que teve a cooperação do ITEP/RN, durou um ano e descobriu que diversas pessoas que haviam sido autuadas pela DEICOR em outras investigações estavam de posse de cédulas de identidade em que o papel era verdadeiro, entretanto, os dados inseridos nos documentos eram falsos. Foi descoberto que existia no ID/ITEP, um prontuário com os dados falsos.

Além disso, a investigação descobriu que os investigados também confeccionam outros documentos como certidão de nascimento, CPF e reservista. Os interessados admitiram que pagavam valores que variavam de R$ 3 a R$ 10 mil. para obterem os documentos falsos. No que diz respeito à confecção das cédulas de identidade, os procedimentos de coleta de impressões digitais e recebimento dos documentos eram realizados na unidade do ID/ITEP, localizada na Central do Cidadão de um shopping da capital. Eles também relataram que não fizeram nenhum tipo de agendamento pela internet (procedimento obrigatório), tendo sido atendidos rapidamente, apesar do fluxo enorme de pessoas que aguardam pelo mesmo atendimento ofertado pela instituição. Ler mais…

Um Termo de Ajustamento de Conduta, assinado entre Ministério Público a Secretaria Estadual de Saúde, obriga os municípios da região Agreste a contribuir com 50% das despesas de saúde.O assunto repercutiu na Assembleia Legislativa, durante sessão ordinária desta quarta-feira(27).

Um Projeto de Lei semelhante já tramita na Assembleia Legislativa o que, na opinião dos deputados, dispensaria a urgência do governo em assinar o TAC.

Desde do início da pandemia que os prefeitos da região Agreste cobram a reabertura do hospital de Canguaretama e da UPA de Santo Antonio. Equipamentos que iriam auxiliar no tratamento da Covid-19 na região.

Outro detalhe que chamou atenção dos deputados estaduais foi o fato da medida só atingir os municípios da região Agreste o que prejudicaria os prefeitos que já enfrentam dificuldades.

Assessoria

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil Economia/Divulgação

As demissões superaram as contratações com carteira assinada em 860.503 postos de trabalho, em abril. Foram 1.459.099 desligamentos e 598.596 contratações. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foram divulgados hoje (27). O saldo de abril foi o pior da série histórica iniciada em 1992.

Segundo o Ministério da Economia, os dados mostram que a queda no número de contratações contribuiu de forma expressiva para o saldo negativo de empregos formais.

Enquanto as demissões tiveram um incremento de 17,2%, as admissões caíram 56,5% na comparação com abril de 2019. Em valores nominais, São Paulo teve o pior desempenho, com saldo negativo (mais demissões do que contratações) de 260.902. O estado é seguido por Minas Gerais com 88.298 demissões (descontadas as contratações); Rio de Janeiro, 83.626, e Rio Grande do Sul, 74.686. Ler mais…

Os estudantes da terceira série do ensino médio respiraram aliviados com o anúncio do Ministério da Educação, feito na semana passada, de adiamento das provas do Enem em função do avanço do novo coronavírus no país. Quem também aprovou a medida foram os professores. Eles acreditam que o alargamento do prazo vai beneficiar os jovens que enfrentam uma realidade totalmente diferente esse ano, com a suspensão das aulas presenciais e o ensino à distância, além de possibilitar um tempo maior para a abordagem dos conteúdos.

O professor de matemática do Colégio Porto, Thiago Antônio, disse que o adiamento, mesmo sem a definição de uma nova data, foi justo com os estudantes, que precisaram se adaptar a um modelo de ensino ao qual não estavam acostumados. Agora, com mais tempo, será possível trabalhar melhor a disciplina. “A gente readapta o conteúdo, fala com um pouco mais de paciência alguns pontos, mas não foge do planejamento geral, até porque a ementa do Enem não foi modificada. Vamos poder identificar quais os pontos de maior dificuldade dos estudantes e tomá-los como referência para as aulas”, explicou.

Assim como na matemática, disciplinas da área de Ciências da Natureza também foram beneficiadas com a mudança. Ambas exigem mais horas de dedicação, principalmente por causa das fórmulas e dos cálculos. “Vamos poder aprofundar mais a resolução de questões. Quando as aulas presenciais voltarem, vai ser possível retomar assuntos dados nas aulas on-line e, ao final, fazer uma revisão mais densa e prolongada”, defendeu o professor de física, Ewerton Barros.

Alunos terão tempo maior para exercícios e contato presencial

No campo das linguagens, o conteúdo deve ser aprofundado, com mais análises e prática, como explica o professor de texto artístico do Colégio Porto, Marco Aurélio. “Vou continuar com o ritmo normal do processo de aprendizagem, mas com um tempo maior para fazer análises, averiguar melhor o conteúdo junto aos alunos e trazer ferramentas e estratégias para esse domínio. Essa mudança ajuda o estudante a exercitar mais, principalmente a prática da compreensão do texto literário”.

Para a professora de Filosofia, Sociologia e LIV (Laboratório de Inteligência da Vida), Kennia Ísis, o adiamento das provas pode sinalizar para um período maior de contato entre professores e alunos depois do retorno das aulas presenciais. E isso pode fazer muita diferença. “Apesar das aulas on-line, que estão acontecendo regularmente no Porto desde o início do decreto de Isolamento Social no RN, o contato presencial com a turma é extremamente necessário para a verificação do processo educacional. Isso promove mais segurança para eles e para nós na reta final do Enem”, concluiu.

Em 2000 um jovem médico simbolizava o rompimento do povo de Macaíba com os Mesquitas.

Fernando Cunha, avalizado pela onda vermelha do PT, desponta para vencer a eleição contra Luizinho.

Já no desespero, o grupo de Luizinho tenta ligar o nome de Fernando aos Benevides Carneiro, uma família de tradição política no Oeste, mas que também era manchete na página policial com histórias de pistolagem e roubos cinematográficos.


O saudoso Weligton Xavier, pai de Fernando e advogado renomado, advogava para parte da família Carneiro.
No devaneio difamatório, chegaram o dizer que, se Fernando ganhasse a eleição, Macaíba seria governada pelos Carneiros e viraria uma cidade sem Lei.

A estratégia conspiratória não enganou o povo e Fernando completa 20 anos no Poder, sem nunca ter nomeado ninguém da Família Carneiro.

Em tempos modernos, ainda há quem pense em enganar o povo com mentiras e factoides.

Parafraseando minha vó: “desconfie daquele que só sabe falar mal dos outros, muitas vezes não tem muito o que dizer de si próprio.” Pois, como diria Tumblr, “hipocrisia é falar mal de quem faz tudo aquilo que você sempre quis fazer mas tem medo.”

Por Carlos Santos – colunista do Senadinho

Foto: ilustrativa/Reprodução

A Agência Nacional de Energia Elétrica (AneeL) decidiu manter a bandeira verde acionada até 31/12/2020. O anúncio foi feito nesta terça-feira (26/05), em Reunião Pública da Diretoria da Aneel. Trata-se de mais uma medida emergencial da Agência para aliviar a conta de luz dos consumidores e auxiliar o setor elétrico em meio ao cenário de pandemia da Covid-19.

Valores – Os valores das bandeiras tarifárias são atualizados todos os anos e levam em consideração parâmetros como estimativas de mercado, inflação, projeção de volume de usinas hidrelétricas, histórico de operação do Sistema Interligado Nacional, além dos valores e limites do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD).

Proposta – Em 10 de março – um dia antes do anúncio de pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) – a Aneel havia proposto a discussão para o ciclo 2020/2021 dos valores adicionais. A proposta ficou em Consulta Pública no período de 12/3 a 27/4.

Impactos – No entanto, os impactos da pandemia no consumo de energia e nas atividades econômicas alteraram de forma significativa os estudos e parâmetros utilizados na proposta da Agência.

Análise – De acordo com análise dos técnicos da Aneel, que também levou em conta as contribuições à consulta pública, o cenário de redução de carga e as perspectivas de geração de energia tornam possível o acionamento da bandeira verde nos próximos meses. Além disso, os custos cobertos pelas Bandeiras Tarifárias estão contemplados na chamada Conta-Covid – empréstimo ao setor elétrico feito junto a bancos públicos e privados, com o objetivo de aliviar os impactos da atual crise no setor elétrico. Assim, a Agência decidiu suspender o acionamento das bandeiras até 31/12/2020.

Aneel


A Prefeitura de Macaíba, por meio do programa Acessuas Trabalho, divulga uma nova oportunidade de emprego, desta vez, uma vaga para estoquista em uma empresa de Macaíba. A oportunidade é destinada ao público masculino e, para concorrer, é preciso ter ensino médio completo, experiência comprovada em carteira de trabalho e experiência com planilhas.

Os interessados devem enviar os currículos até o dia 1º de junho para o endereço eletrônico acessuassemtasmacaiba@gmail.com. Mais informações podem ser obtidas pelo número de telefone 3271-6504, de segunda a sexta, das 7h às 13h.

Assecom-PMM


Foto: ilustrativa/Reprodução 


O Blog Informativo Atitude destaca:


Mais de 08 profissionais da Unidade de Pronto de Atendimento de Macaíba foram contaminados pelo coronavírus. De acordo com informações que chegam ao nosso site, a UPA está lotada. Os profissionais que estão na linha de frente no combate contra a vírus, são sem sombra de dúvidas os mais atingidos. A luta é diária, e o governo do Estado ainda não chegou com nada.

Foto: ilustrativa/Reprodução 

O Rio Grande do Norte já contabiliza 242 mortes por Covid-19 (22 na última 24h), segundo atualização da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) nesta quarta-feira (27). De acordo com os dados da Sesap, são 5.630 casos confirmados da infecção, 14.035 suspeitos e 11.207 descartados. O estado já distribuiu mais de 53 mil testes para hospitais e municípios.

Com informações do Agora RN