Foto: Germano Haiut/Divulgação 

No início da tarde de hoje, a Sesap em conjunto com o Governo do RN, publicou por meio das suas redes sociais mais um boletim que mostra a realidade situacional do novo coronavirus (COVID-19) em nosso estado.

Segundo informações presentes no boletim, o RN já apresenta 77 casos confirmados. O fato que mais chama atenção é a rápida proliferação do vírus no interior do nosso estado, que já conta com um total de 26 casos confirmados.

Saiba mais AQUI

Do portal G1 RN:

O sistema penitenciário do Rio Grande do Norte tem cerca de 1,5 mil presos que fazem parte dos grupos de risco do novo coronavírus – Covid-19 – segundo dados do Tribunal de Justiça e da Defensoria Pública do Estado. Após o reconhecimento de pandemia feito pela Organização Mundial da Saúde, a Defensoria pediu a soltura coletiva de pelo menos 1.467 pessoas. O pedido não foi aceito pelo desembargador Saraiva Sobrinho, mas houve recurso que ainda aguarda julgamento.

Entre os presos, há idosos, diabéticos, portadores de HIV, pacientes de tuberculose, hipertensos, entre pessoas com outros problemas de saúde. Também estão listadas mulheres presas que são gestantes, ou responsáveis por crianças de até 12 anos e pessoas com deficiência, além de presos do sistema semiaberto que poderiam cumprir pena em prisão domiciliar.

Confira na íntegra AQUI

O Rio Grande do Norte passa a ter 77 casos de pessoas com o novo coronavírus. As cidades com casos confirmados são Natal (36), Mossoró (16), Parnamirim (10), Assú (1), Apodi (1), Caicó (2), Carnaubais (1), Luís Gomes (1), Macaíba (1), Monte Alegre (1), Passa e Fica (1), São Gonçalo do Amarante (2), São José de Mipibu (1), Tibau (1).

Há ainda dois casos confirmados de pessoas residente, respectivamente, na cidade de Recife e de Fortaleza, que foram atendidas no RN.

O boletim epidemiológico na íntegra, com os dados atualizados, está disponível no site saude.rn.gov.br

Plataforma digital vai integrar informações de casos suspeitos e resultados de exames, proporcionando gráficos e mapas de calor de áreas das cidades analisadas

O Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) desenvolveu uma plataforma para a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap/RN) para auxiliar no combate à epidemia de Coronavírus (Covid-19). Trata-se de uma ferramenta tecnológica que deve começar a ser usada até o final desta semana e servirá para o registro, acompanhamento e análise epidemiológica de casos suspeitos e confirmados de Covid-19. Suas funcionalidades vão proporcionar maior agilidade na verificiação contextualizada dessas ocorrências e, consequentemente, ações dirigidas eficazes para conter o avanço do vírus.

Segundo o diretor de Tecnologia da Informação do IMD, o professor Itamir Barroca Filho, a ferramenta é georreferenciada e “vai gerar gráficos e mapas de calor de casos suspeitos e confirmados, para o acompanhamento mais efetivo da Vigilância Epidemiológica”.

A Sesap possui atualmente dois sistemas distintos para a captura desses tipos de informações, mas que não possibilitam uma integração de seus dados de maneira rápida e automatizada. Um deles faz o registro de casos suspeitos de Coronavírus e o outro reúne os resultados dos exames realizados nos pacientes com suspeita da doença.

Com a nova tecnologia, esses dados vão poder ser integrados e as informações de casos suspeitos e respostas dos exames serão cruzadas. Isso vai proporcionar uma visualização rápida das regiões das cidades analisadas, facilitando a localização geográfica do índice de infecção na população e, portanto, a atuação mais célere da Vigilância Epidemiológica com o objetivo de conter sua propagação.

A subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Alessandre Lucchesi, ressalta que a ferramenta “vai fazer com que se consiga um processo de investigação de cada caso de maneira cada vez mais ágil, facilitando o isolamento de maneira mais oportuna, de modo a isolar a transmissão”. Outra funcionalidade, segundo ela, será a de visualização dos mapas de casos nos municípios do interior do estado com maior facilidade.

“Ainda vai nos auxiliar para podermos observar quantos desses casos suspeitos estão internados, quantos foram a óbito e o status de investigação desse óbito”, destaca a subcoordenadora.

O Instituto Metrópole Digital já possuía uma parceria com a Sesap para o desenvolvimento de tecnologias para o seu setor de Vigilância Epidemiológica. A eclosão da crise de saúde ocasionada pelo coronavírus, no entanto, fez com que a ferramenta em questão tivesse seu desenvolvimento priorizado e acelerado, de modo que deverá entrar em teste a partir de amanhã e começará a ser utilizado até o final desta semana ou, no mais tardar, no início da próxima.

A plataforma vem sendo desenvolvida por três professores da UFRN e dois estudantes bolsistas. Um deles é o engenheiro de software Matheus Estevam de Carvalho Pessoa, que é aluno da Residência em Tecnologia da Informação do Instituto Metrópole Digital. “Com essa tecnologia, será possível fazer várias simulações de maneira automatizada, como verificar se a taxa de contaminação aumentou ou diminuiu, ou comparar o número de casos para grupos de mil habitantes, por exemplo”, explica ele.

Ainda de acordo com o engenheiro, o trabalho na plataforma é feito “por meio de entregas e melhorias contínuas”. O que significa que, de acordo com o uso e a verificação de necessidades dos gestores e profissionais de saúde, novos funcionalidades e aperfeiçoamentos vão sendo aplicados na ferramenta.

Chegando na reta final de filiações, para quem quer concorrer no próximo pleito e sem sinalização de prorrogações, tem determinados grupos já entrando em desespero.

Um(a) certo(a) pré candidato(a) é quem tem enfrentado a maior dificuldade, pois já ficou taxado (a) de não ter compromisso e nem palavra.

Carece totalmente de credibilidade e só consegue ter por perto quem nunca caminhou ao seu lado, pois esses já sabem que honrar compromisso não é o seu forte.

Por Carlos Santos – Colunista do Senadinho

O Saiba Mais – Agência de Reportagem – destaca que a governadora Fátima Bezerra (PT) vai estender o período de quarentena no Rio Grande do Norte pelo menos até o final de abril.

Segundo a reportagem, a Casa Civil já trabalha o texto do novo decreto para renovar as medidas em vigor que inclui uma série de restrições para estabelecimentos comerciais, transporte público e também proíbe aglomerações em locais públicos.

O decreto atual tem validade até a próxima quinta-feira (2).

Via Blog do BG


Foto: redes sociais/Reprodução 

O comércio de Macaíba começou a abrir aos poucos na manhã desta segunda-feira (30). Algumas lojas do centro já estão funcionando e, segundo alguns avisos nas redes sociais, funcionarão com horário reduzido, como também, seguindo as orientações de prevenção contra o COVID-19, como por exemplo: evitando aglomeração.

Nossa equipe constatou que algumas lojas de roupas, calçados, móveis e acessórios para celular já estão com as portas abertas.

ASSECOM/GOVERNO CIDADÃO – Após o Governo do RN, por meio do projeto Governo Cidadão, assinar neste sábado (28) contrato para equipar os hospitais da rede pública, em mais uma ação emergencial de combate ao novo coronavírus, a empresa potiguar Móveis JB Indústria e Comércio começa hoje (30) a fabricação dos móveis. O processo tramitou em regime de urgência e a empresa se comprometeu a entregar, dentro de 15 dias, mais de 1.170 móveis de diversos tipos que serão distribuídos nas unidades hospitalares da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap). Esta é uma das muitas ações que o Governo está realizando para combater o avanço da pandemia no Estado.

Tão longo recebeu o atestado de não-objeção do Banco Mundial, a equipe do projeto correu contra o tempo e conseguiu realizar a contratação direta em período recorde – respeitando a legalidade do processo e garantindo a transparência em todas as etapas. A homologação foi publicada no Diário Oficial do Estado deste sábado (28). Entre os itens que estão sendo comprados, estão camas hospitalares, carros de emergência e para curativos, mesas, poltronas, biombos, suportes de soro, armários, beliches, escadinhas, entre outros.

Para a governadora Fátima Bezerra, trata-se de uma medida essencial que se soma às outras que o Governo vem tomando para conter o avanço da pandemia no Rio Grande do Norte. “A estruturação de nossos hospitais é imprescindível neste momento em que os casos avançam em todo o país. Reforçamos a necessidade de a população permanecer em casa para evitar o contágio e ao mesmo tempo corremos contra o tempo para preparar o sistema de saúde para lidar com todos os cenários”, destaca.

A compra dos equipamentos é a primeira iniciativa financiada pelo acordo de empréstimo e foi possível a partir de tratativas realizadas ao longo desta semana entre o secretário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro, e os especialistas do Banco Mundial. Outras ações estão sendo encaminhadas e em breve serão anunciadas pelo Governo. Ler mais…

Vereadora de Parnamirim e vereador de Natal utilizaram o contexto da pandemia do novo coronavírus para obter promoção pessoal com finalidade eleitoreira

O Ministério Público Eleitoral obteve decisões judiciais que determinaram a interrupção de propaganda política irregular no Rio Grande do Norte, ligada à pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Raimunda Nilda – vereadora de Parnamirim, conhecida como Professora Nilda – e Robson Carvalho – vereador de Natal – estavam distribuindo álcool em gel e sabonete líquido à população, com propaganda pessoal e divulgação de redes sociais em panfletos e rótulos das embalagens. A distribuição de brindes é vedada pela legislação.

De acordo com o MP Eleitoral, a entrega dos materiais tinha o intuito de expor beneficamente a figura dos vereadores, sob a pretensão de orientar a população, mas com a clara finalidade de obter apoio e votos nas eleições municipais deste ano.

A decisão da Justiça Eleitoral aponta que “houve a distribuição de vantagem ao eleitor (brindes) com ofensa ao princípio da igualdade de oportunidade entre os pré-candidatos”. Ela ressaltou, ainda, que a “manifestação pública com evidente escopo de promoção pessoal e captação de eleitorado” ocorreu “muito antes do prazo permitido por lei para a divulgação de propagandas de cunho eleitoral”, que é a partir de 16 de agosto.

Lei das Eleições – Segundo a Lei 9.504/1997, é vedada na campanha eleitoral a confecção, utilização, distribuição por comitê, candidato, ou com a sua autorização, de camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, cestas básicas ou quaisquer outros bens ou materiais que possam proporcionar vantagem ao eleitor (art. 39, § 6).

Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

O Senado vota hoje (30) o pagamento de um auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600, destinado aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa. O presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), havia confirmado a data da votação em postagem no Twitter, na última sexta-feira (27).

Alcolumbre continua se recuperando após ser diagnosticado com o novo coronavírus. Quem tem comandado as sessões remotas é o vice-presidente, senador Antonio Anastasia (PSD-MG). A sessão está prevista para ocorrer às 16h. Antes, às 10h, os líderes se reunirão, também remotamente, para discutir outras votações prioritárias da semana.

Pelas manifestações de senadores nas redes sociais, a expectativa é que a medida seja aprovada sem objeções. Inicialmente, na primeira versão do relatório, o valor proposto era de R$ 500. Após negociações com o líder do governo, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), o Executivo decidiu aumentar para R$ 600 e a proposta foi aprovada na Câmara dos Deputados na última quinta-feira (26).

O auxílio é voltado aos trabalhadores informais (sem carteira assinada), às pessoas sem assistência social e à população que desistiu de procurar emprego. A medida é uma forma de amparar as camadas mais vulneráveis à crise econômica causada pela disseminação da covid-19 no Brasil, e o auxílio será distribuído por meio de vouchers (cupons).

Agência Brasil

Propõe que os alunos da rede municipal voltem a receber a merenda

Secretaria de educação: Seguindo as normas sanitárias e as recomendações do ministério da saúde é possível que seja entregue a merenda aos alunos da rede municipal de forma que evite aglomerações e proximidade de pessoas.

Muitos alunos, principalmente os de famílias de baixa renda, tem na merenda escolar a única refeição nutritiva do dia. A situação em que o coronavírus colocou a sociedade faz com que essas famílias percam a fonte de renda, impedidos de trabalhar fora.

Kit de Higiene Pessoal para famílias carentes

Solicita que a secretaria de trabalho e assistência social realize um estudo de viabilidade para a aquisição e distribuição de Kits de higiene pessoal. O kit será entregue a todas as famílias que se encontram abaixo da linha da pobreza. Será de extrema importância para ampliar a proteção contra o coronavirus.

Assessoria

Nesta segunda-feira 30/03, a partir das 18 horas na WEB CENA TV, RÁDIO 87 FM MACAÍBA, nas páginas do Facebook OPINIÃO SOCIEDADE EM FOCO, CIDADÃO MACAIBENSE, FOCO NA POLÍTICA e SENADINHO MACAÍBA.

Será concluída a rodada de entrevistas com os pré-candidatos a prefeito da cidade de Macaíba, iremos abordar diversos temas e debater as questões sociais que envolve o município.

Não perca, a partir das 18 horas na WEB CENA TV, Rádio 87 FM Macaíba e com o compartilhamento da transmissão nas páginas do Facebook OPINIÃO SOCIEDADE EM FOCO, CIDADÃO MACAIBENSE, FOCO NA POLÍTICA e SENADINHO MACAÍBA.

Pré-candidato entrevistado dessa segunda: AURI SIMPLÍCIO.

Equipe Programa Opinião Sociedade em Foco


Foto: CNN Brasil/Reprodução 

O gesto ganhou ares de gravidade por ocorrer após manifestação explícita do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a favor do isolamento social como forma de conter o alastramento do vírus no país.

A decisão de Bolsonaro de visitar diversas áreas do Distrito Federal neste domingo (29) foi vista como uma tentativa de desmoralizar e desafiar Mandetta.

A avaliação é a de que o presidente pode estar tentando forçar um pedido de demissão de seu aliado.

Mandetta, em entrevista coletiva no sábado (28), ressaltou que sua pasta se guiará por procedimentos recomendados por organizações de saúde e com comprovação científica.

Já Bolsonaro, neste domingo, chegou a dizer que pensa em baixar um decreto liberando várias categorias a voltarem ao trabalho —e voltou a enaltecer a cloroquina, medicamento cuja eficácia ainda não foi atestada no combate ao novo coronavírus.

Em privado, deputados de centro começam a dizer que o Parlamento não pode mais reagir apenas com palavras e que o presidente tem se mostrado “incontrolável” diante da crise que ameaça o sistema de saúde pública.

Bolsonaro é alvo de uma série de pedidos de impeachment na Câmara —nenhum deles foi aceito pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Fonte: CNN Brasil